Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

04
Set19

Varandas à SportingTV


Pedro Azevedo

O MELHOR:

 

  • Discurso muito bem trabalhado do ponto de vista comunicacional;
  • Assertividade e boa imagem;
  • Foco;
  • O Balanço das Transferências: positivo financeiramente. Ideia bem passada;
  • O ter conseguido manter Bruno Fernandes, o nosso grande capitão (procurou capitalizar essa ideia);
  • Os elogios públicos a Bruno Fernandes. Não são de mais. Muito bem! (NA: Adoraria que pudessemos assinar um contrato vitalício com Bruno.)
  • Passou bem a ideia de um maior equilíbrio das contas;
  • Assegurou que Bruno Fernandes não está vendido para a próxima época, ao contrário do que Rui Pedro Braz insiste em dizer na TVI24;
  • Mostrou-se informado sobre a estabilidade pessoal do jogador Jese, avalizando assim a sua contratação, a qual terá um custo para o clube de aproximadamente 2 milhões de euros (1/3 do valor do seu contrato com o PSG, segundo os jornais), a quem classifica como um "avançado centro" (menos 1 ala, presumo);
  • Mostrou-se convicto sobre o rendimento que Bolasie irá apresentar;
  • Informou que 3 ou 4 jogadores da Formação "com muito talento" serão opção do plantel principal na próxima época;

 

 

O PIOR:

 

  • Já vem do passado, mas este modelo soviético da SportingTV, que já foi Bruno TV e agora é Frederico TV, não serve os interesses do clube. Servirá certamente o interesse de quem governa circunstancialmente o clube, mas é com pesar que digo não se ter visto o mínimo de contraditório por parte do jornalista (Sérgio Sousa, um bom jornalista até) encarregue da tarefa de entrevistar o presidente, com destaque natural para o silêncio observado aquando dos dictats "contratações cirúrgicas" e "aposta na Formação";
  • Absolutamente lamentável, deselegante e muito pouco elevado usar um orgão de comunicação do Sporting, logo de todos nós, para criticar um conjunto de sócios do clube, acabando até por não nomear ninguém e assim incluir todos;
  • Para médico, Varandas deve ter um bisturi de corte largo, só assim se compreende que defina 14 compras em 9 meses, mais de metade do actual plantel, como "contratações cirúrgicas";
  • Falar em "aposta na Formação", quando apenas a aplicação prática ao Sporting da celebérrima Teoria do Caos (lesões diversas, impedimentos, adaptação desastrosa de um central) permitiu a Thierry Correia actuar pela equipa principal, é simples demagogia. Os alas dos sub-23 como poderão ser opção na equipa principal, quando ainda agora recebemos mais 3 (a juntar aos outros 5 que já lá estavam)?;
  • Se ao primeiro desaire não deve haver contestação à Direcção, então isso também não deveria ser válido para Keizer?;
  • Desnecessária e, penso que, ilegal divulgação pública do salário de alguns jogadores excedentários. Teria bastado dar os números por grosso daquilo que se poupou. Não é correcto uma entidade patronal expôr assim publicamente os seus ex-colaboradores (seria de esperar mais cuidado após o episódio da divulgação pública da Auditoria);
  • Para quem tanto critica a sua herança - e nalgumas coisas com propriedade - , esqueceu-se de revelar que todos os jogadores que vendeu foram herança que recebeu de Bruno de Carvalho e de Sousa Cintra (resgatou Bas Dost);
  • Voltou a enxovalhar o Sporting por pelo menos 3 vezes, sempre aludindo ao facto de não haver treinadores que queiram ir para o clube;
  • A expressão "lastro fora", referindo-se aos excedentários, embora compreensível na ideia que procurava transmitir, é muito pouco digna da solenidade institucional que um presidente deve ter e do respeito que os jogadores devem merecer por parte de Direcção e sócios do clube. Também fez um ataque ao jogador Mattheus Oliveira, que tem um contrato livremente assinado entre as partes, diabolizando assim outra vez um jogador. Um acto irresponsável!;
  • A propósito de Podence, acabou por desnecessariamente abrir o jogo sobre a fragilidade da posição do Sporting havendo ainda o dossier Rafael Leão por resolver. Isso, simplesmente, nunca se faz numa negociação;
  • Finalizar com o "Rambo" Varandas, cães a ladrar e tiros. Enfim, tiros nos pés, decerto. Longe do objectivo(?) da união. 

 

 

Afinal, ao contrário do que diz, o presidente Varandas, ou alguém por ele, lê alguns blogues. Para bom entendedor...

40 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Anónimo

    Caro Verde Protector,do que sei, é mesmo verdade, ...

  • Richituga

    Caro Pedro AzevedoGostei muito da carta mas não se...

  • Anónimo

    De M. CalabresiMeu caro Pedro,Acabei de ler a sua ...

  • Verde Protector

    Será verdade esse diálogo entre Rahim e Rui Morgad...

  • Anónimo

    Olá, caro Pedro. Venha de lá a iniciativa que vise...