Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

23
Dez18

Tudo ao molho e fé em Deus - Noves fora nada...


Pedro Azevedo

Lendo, ouvindo e vendo a imprensa, o Sporting, na era Keizer, chegava a Guimarães depois de só ter disputado jogos amigáveis, ainda que essas partidas envolvessem três jogos do Campeonato Nacional e dois a contar para a Liga Europa, para além de outros dois para a Taça de Portugal. Aparentemente, precisávamos de testes, mesmo que já tivéssemos ganho sem espinhas – cai sempre bem quando contra uma equipa proveniente de uma cidade piscatória - e por duas vezes ao Rio Ave, aquela equipa que ainda hoje foi um duro teste para o Porto, no Dragão. Aliás, não foi só a equipa vilacondense, as caneleiras de Carlos Vinícius também o foram, tantas as vezes que Filipe lhes acertou. Mas, pronto, para a Comunicação Social o Sporting ainda necessitava de um teste e esse seria em Guimarães, adversário bem mais difícil do que aquele que o Benfica hoje defrontou. É que os encarnados do Minho há 10 anos que nem arranham os da Luz…

Para o Sporting era a Prova dos Nove, uma vez que uma vitória sobre o Chaves ainda no tempo de Tiago Fernandes precedia as sete vitórias do consulado de Keizer. E a verdade é que de Guimarães saímos com nada, e de nada (para além das lesões) nos podemos queixar.

 

Renan defendeu tudo (5 bolas de golo), menos o remate que foi deflectido por um colega. Nos antípodas, Diaby estragou quase tudo aquilo em que tocou nos 90 minutos em que esteve em campo (incluindo o comando de televisão cá de casa que às tantas ousou desafiar a gravidade), tendo na primeira parte conseguido mesmo o pleno. No recomeço, Keizer ainda tentou apostar numa nova máxima leonina: depois do “keep it simple”, agora o “small is beautiful”, opondo Raphinha a um Rafa, numa lógica David contra Golias em que a fisga foi substituída por um penteado de fugir. Não resultou, embora o brasileiro tenha protagonizado as duas maiores ameaças à baliza de Douglas. Quem também não assustou ninguém foi “Jigsaw” Gudelj, incapaz de ligar o jogo ou de, pelo menos, aprisionar os adversários dentro de uma área controlada. “Muttley” Acuña também pouco subiu no terreno e Bruno Fernandes raramente teve a oportunidade de ter bola em terrenos adiantados, algo de que Bas Dost muito se ressentiu.

 

Enfim, não passemos do oitenta ao oito. Keizer faz o possível mas não é milagreiro. E se só Deus poderia dar sentido ao Diaby, creio que nem Ele poderia transformar Gudelj num Fejsa ou Bruno Gaspar num Maxi. Boas Festas para todos!

 

P.S. Ao vê-lo desejar a todos um Bom Natal, apercebi-me de que gosto mais da pronúncia de Marcel Keizer do que a da juíza Ana Peres... 

 

Tenor “Tudo ao molho…”: Renan

renan guimaraes sporting.JPG

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Caro José, tive uns vizinhos cuja box era mais ráp...

  • José da Xã

    Pedro,há uns anos naquela meia final de boa memóri...

  • Pedro Azevedo

    Boa tarde, meu caro.Em primeiro lugar, queira desc...

  • Pedro Azevedo

    Caro Sebastião, antes de mais as minhas desculpas ...

  • Pedro Azevedo

    Caro AJSSB, em primeiro lugar, queira aceitar as m...