Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

30
Jan22

Tudo ao molho e fé em Deus

Ninguém espera a inquisição espanhola


Pedro Azevedo

Dá-me imenso gozo ouvir e ler aquelas pessoas que analisam um jogo de futebol pelo seu resultado. São pessoas pragmáticas, tanto que se pudessem resumir a vida de alguém provavelmente remeteriam logo para a notícia da sua morte. Exceptuando o facto de não se recomendarem para elogios fúnebres, não aquecem nem arrefecem, não trazem grande mal ao mundo. O problema surge quando algumas dessas análises necessitam de ser feitas em tempo real, isto é, à medida que um jogo decorre. É o caso dos comentários televisivos em directo. Então ocorrem cenas hilariantes como a patética tentativa de explicar por que razão determinado clube ganhou vantagem no marcador apesar de nada de relevante ter feito para tal. Entramos então no reino da metafísica e, porque não dizê-lo, da banha da cobra e do charlatanismo quando essa necessidade de explicar o acaso ou sorte acaba por desvendar mirabolantes teorias que são impingidas ao pobre do telespectador. Ocorre então que em casa o telespectador é convocado para ver no ancião Vertonghen um potencial ganhador do prémio Best da FIFA ou no Morato o novo Beckenbauer. Sem esquecer o João Mário, patinho feio no Sporting e renascido (e principescamente pago) cisne no rival. Quer dizer, uma pessoa consciente apercebe-se da falácia em que está a incorrer, mas a necessidade de explicar as coisas pelo seu resultado pode levar muitos a entrar num torpor que os conduza a compartilhar estas heresias. Para grandes males, grandes remédios, e nada nem ninguém combate tão bem heresias como a inquisição espanhola. Ninguém a espera (como diriam os Monty Python), em particular os tais analistas, mas pode ser extremamente letal quando no relvado junta os inquisidores Pedro Porro e Pablo Sarabia (e Antonio Adán). Em consequência, os analistas a esta hora dedicam-se a acrobáticos números de contorcionismo televisivo. E o telespectador vê tudo mais nítido, como se lhe tivessem retirado as cataratas (analíticas). Cristalino, cristalino. (Só deu Sporting.) 

 

... Vingada uma espinha antiga atravessada na garganta de todos os Sportinguistas, é justo que doravante a Taça Lucílio Baptista se passe a designar por Taça Ruben Amorim. É de magia que falamos, ou não tivesse o homem completado um "hat-trick". Numa competição curiosamente patrocinada pela Allianz, ele é o nosso verdadeiro seguro de vida. 

 

Tenor "Tudo ao molho": Matheus Nunes, Pedro Porro e Pablo Sarabia (ex-aequo)

sporting.jpg

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    * Meu caro, está errado… * informá-lo

  • Carlos Calado

    Caro Pedro Azevedo,A sua análise só peca por não t...

  • Pedro Azevedo

    Meu cariz está errado. se eu não aceitasse o seu d...

  • LeãoSempre

    Não, amigo! Não tinha o intuito de responder mas s...

  • João Gil

    O futebol de hoje em dia está cheio de GOAT’s. Que...