Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

23
Mar21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 32 jogos - 24 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 26 vitórias (81,25%), 4 empates (12,5%) e 2 derrotas (6,25%), com 63 golos marcados (média de 1,97 golos/jogo) e 19 golos sofridos (0,59 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim mantém o 3º lugar no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 43 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 74,4% de vitórias (32 em 43) em todos os jogos, superando homens como o húngaro József Szabó e o tri-campeão Randolph Galloway. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), por Amorim, pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (15,4,6), N. Santos (7,9,1), TT (6,2,4);

2) MVP: Pedro Gonçalves (59 pontos), Nuno Santos (40), TT (26); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (25 contribuições), N. Santos (17) e Porro e TT (12);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (15 golos), Nuno Santos (7) e TT, Jovane e Coates (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (4), Porro, Tabata, João Mário e Feddal (3).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=59)TT (26), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

tt1.jpg

Interiores (total=136)Pote (59), Nuno Santos (40), Jovane (23), Tabata (14)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

pote3.jpeg

Médios Centro (total=34): João Mário (13), Matheus Nunes (10), Palhinha (8) e Bragança (3)

joaomario.jpg

Laterais/Alas (total=40)Porro (23), Nuno Mendes (11), Plata (4), Antunes (2)

Pedro-Porro.jpg

Centrais (total=43)Coates (22), Feddal (11) e Gonçalo Inácio (10)

Coates.jpg

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

adan1.jpg

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo cerca de 2,3 vezes mais do que a posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/Ala e de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Centrais, Laterais/Alas, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, apenas Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira, Paulinho, Matheus Reis e Dário Essugo ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

RANKING GAP 230321.png

25
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 28 jogos - 20 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 23 vitórias (82,1%), 3 empates (10,7%) e 2 derrotas (7,1%), com 59 golos marcados (média de 2,11 golos/jogo) e 18 golos sofridos (0,64 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim mantém o 3º lugar no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 39 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 74,4% de vitórias (29 em 39) em todos os jogos, superando homens como o húngaro József Szabó e o tri-campeão Randolph Galloway. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), por Amorim, pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (14,3,6), N. Santos (7,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (54 pontos), Nuno Santos (39), Jovane e Porro (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (23 contribuições), N. Santos (16) e Porro (12);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (14 golos), Nuno Santos (7) e Jovane (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote, Porro e Feddal (3).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55)TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

tt1.jpg

Interiores (total=128)Pote (54), Nuno Santos (39), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

pote3.jpeg

Médios Centro (total=29)Matheus Nunes e João Mário (10), Palhinha (6) e Bragança (3)

matheus nunes benfica.jpg

Laterais/Alas (total=39)Porro (23), Nuno Mendes (10), Plata (4), Antunes (2)

Pedro-Porro.jpg

Centrais (total=37)Coates (19), Feddal (11) e Gonçalo Inácio (7)

Coates.jpg

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

adan1.jpg

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo cerca de 2,3 vezes mais do que a posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/Ala e de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos superiores a qualquer ponta de lança;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/Alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, apenas Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira, Paulinho e Matheus Reis ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 250221.png

17
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 27 jogos - 19 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 22 vitórias (81,5%), 3 empates (11,1%) e 2 derrotas (7,4%), com 57 golos marcados (média de 2,11 golos/jogo) e 18 golos sofridos (0,67 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim subiu mais uma posição no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 38 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 73,7% de vitórias (28 em 38) em todos os jogos, superando homens como o húngaro József Szabó e o tri-campeão Randolph Galloway. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), por Amorim, pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (14,3,5), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (53 pontos), Nuno Santos (36), Jovane e Porro (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (22 contribuições), N. Santos (15), Porro (12);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (14 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote, Porro e Feddal (3).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55)TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

tt1.jpg

Interiores (total=123)Pote (53), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

pote3.jpeg

Médios Centro (total=29)Matheus Nunes e João Mário (10), Palhinha (6) e Bragança (3)

matheus nunes benfica.jpg

Laterais/Alas (total=39)Porro (23), Nuno Mendes (10), Plata (4), Antunes (2)

Pedro-Porro.jpg

Centrais (total=32)Coates (17), Feddal (8) e Gonçalo Inácio (7)

Coates.jpg

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

adan1.jpg

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/Ala e de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos superiores a qualquer ponta de lança;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/Alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, apenas Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira, Paulinho e Matheus Reis ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 17022021.png

12
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 26 jogos - 18 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 21 vitórias (80,8%), 3 empates (11,5%) e 2 derrotas (7,7%), com 55 golos marcados (média de 2,12 golos/jogo) e 18 golos sofridos (0,69 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim está agora isolado no 4º lugar no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 37 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 73,0% de vitórias (27 em 37) em todos os jogos, superando o homem que apurou o instinto goleador de Peyroteo (o húngaro József Szabó) e o tri-campeão Randolph Galloway. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%), Amorim e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (14,3,4), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (52 pontos), Nuno Santos (36), Jovane e Porro (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (21 contribuições), N. Santos (15), Porro (12);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (14 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote e Porro (3).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55)TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

tt1.jpg

Interiores (total=123)Pote (52), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

pote3.jpeg

Médios Centro (total=23)Matheus Nunes (10), João Mário (7), Palhinha e Bragança (3)

matheus nunes benfica.jpg

Laterais/Alas (total=39)Porro (23), Nuno Mendes (10), Plata (4), Antunes (2)

Pedro-Porro.jpg

Centrais (total=29)Coates (17), Gonçalo Inácio (7), Feddal (5)

Coates.jpg

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

adan1.jpg

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/Ala e de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos superiores a qualquer ponta de lança;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/Alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, apenas Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira, Paulinho e Matheus Reis ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 12022021.png

09
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 25 jogos - 17 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 20 vitórias (80%), 3 empates (12,0%) e 2 derrotas (8,0%), com 53 golos marcados (média de 2,12 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,68 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim subiu mais uma posição no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 36 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 72,2% de vitórias (26 em 36) em todos os jogos, igualando assim o homem que apurou o instinto goleador de Peyroteo (o húngaro József Szabó). O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%) e por Amorim e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (14,3,3), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (51 pontos), Nuno Santos (36), Jovane (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (20 contribuições), N. Santos (15), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (14 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT, Plata, Nuno Mendes e Gonçalo Inácio (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55)TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=122)Pote (51), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=23)Matheus Nunes (10), João Mário (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=36)Porro (20), Nuno Mendes (10), Plata (4), Antunes (2)

 

Centrais (total=23)Coates (11), Gonçalo Inácio (7), Feddal (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/ala e exactamente que a de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos muito próximos dos pontas de lança TT e Sporar;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro e Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira (1j) e Paulinho (1j) ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 090221.png

05
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 24 jogos - 16 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 19 vitórias (79,2%), 3 empates (12,5%) e 2 derrotas (8,3%), com 51 golos marcados (média de 2,13 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,71 golos/jogo).

 

 

Individualmente, Rúben Amorim continua no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 35 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 71,4% de vitórias (25 em 35) em todos os jogos, permacendo em 5º lugar nessa lista. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelos húngaros Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%) e por Amorim.

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,3,3), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (45 pontos), Nuno Santos (36), Jovane (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (18 contribuições), N. Santos (15), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT, Plata e Nuno Mendes (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55): TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=116): Pote (45), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=23): Matheus Nunes (10), João Mário (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=34): Porro (20), Nuno Mendes (10), Plata (4)

 

Centrais (total=21): Coates (11), Feddal e Gonçalo Inácio (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança;
    • A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/ala e praticamente a mesma que a Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos muito próximos dos pontas de lança TT e Sporar;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro, Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 050221.png

31
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 23 jogos - 15 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 18 vitórias (78,3%), 3 empates (13,0%) e 2 derrotas (8,7%), com 50 golos marcados (média de 2,17 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,74 golos/jogo).

 

 

Individualmente, Rúben Amorim entrou directamente para o Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que acabou de completar 34 jogos pelo clube em diversas competições, o equivalente a um campeonato nacional, Rúben destronou o histórico Randolph Galloway (três títulos consecutivos de campeão) com um registo de 70,6% de vitórias (24 em 34) em todos os jogos (o inglês deixou uma marca de 70,5% de triunfos), passando a figurar em 5º lugar nessa lista. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelos húngaros Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%) e agora também por Amorim.

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,3,3), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (45 pontos), Nuno Santos (36), Jovane e TT (22); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (18 contribuições), N. Santos (15), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT, Plata e Nuno Mendes (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55): TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=115): Pote (45), Nuno Santos (36), Jovane (22), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=33): Porro (19), Nuno Mendes (10), Plata (4)

 

Centrais (total=21): Coates (11), Feddal e Gonçalo Inácio (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança;
  • A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que todas as outras (excepto a de guarda-redes), o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos muito próximos dos pontas de lança TT e Sporar;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 310121.png

26
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 22 jogos - 14 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 17 vitórias (77,3%), 3 empates (13,6%) e 2 derrotas (9,1%), com 48 golos marcados (média de 2,18 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,77 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,3,3), Jovane (6,2,0), N. Santos (5,9,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (45 pontos), Nuno Santos (33), Jovane e TT (22); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (18 contribuições), N. Santos (14), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), Jovane (6), TT e Nuno Santos (5);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT e Plata (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55): TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=112): Pote (45), Nuno Santos (33), Jovane (22), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=28): Porro (16), Nuno Mendes (8), Plata (4)

 

Centrais (total=21): Coates (11), Feddal e Gonçalo Inácio (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança;
  • A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que todas as outras (excepto a de guarda-redes), o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 260121.png

19
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 20 jogos - 14 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 15 vitórias (75%), 3 empates (15%) e 2 derrotas (10%), com 45 golos marcados (média de 2,25 golos/jogo) e 16 golos sofridos (0,8 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,2,3), N. Santos (5,9,0), TT (5,2,2);

2) MVP: Pedro Gonçalves (43 pontos), Nuno Santos (33), TT (21); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (17 contribuições), N. Santos (14), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), TT e Nuno Santos (5);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, Pote, TT e Plata (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=54): TT (21), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=104): Pote (43), Nuno Santos (33), Jovane (16), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=25): Porro (13), Nuno Mendes (8), Plata (4)

 

Centrais (total=18): Coates (10), Feddal (5), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo praticamente o dobro da posição de Ponta de Lança;
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e pouco mais que os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro, Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 180121.png

10
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 18 jogos - 13 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 2 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 15 vitórias (83,3%), 2 empates (11,1%) e 1 derrota (5,6%), com 44 golos marcados (média de 2,44 golos/jogo) e 13 golos sofridos (0,72 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (11,2,3), N. Santos (5,9,0), TT (5,2,2);

2) MVP: Pedro Gonçalves (40 pontos), Nuno Santos (33), TT (21); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (16 contribuições), N. Santos (14), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (11 golos), TT e Nuno Santos (5);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, Pote e TT (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=54): TT (21), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=101): Pote (40), Nuno Santos (33), Jovane (16), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=22): Porro (12), Nuno Mendes (8), Plata (2)

 

Centrais (total=18): Coates (10), Feddal (5), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo praticamente o dobro da posição de Ponta de Lança;
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e pouco mais que os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro, Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 100121.png

02
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 16 jogos - 11 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 2 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 13 vitórias (81,25%), 2 empates (12,5%) e 1 derrota (6,25%), com 40 golos marcados (média de 2,5 golos/jogo) e 13 golos sofridos (0,81 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (10,1,3), TT (5,1,2), N. Santos (4,8,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (35 pontos), Nuno Santos (28), TT e Sporar (19); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (14 contribuições), N. Santos (12), Sporar (10);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (10 golos), TT (5), Nuno Santos e Sporar (4);

5) Assistências: Nuno Santos (8), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário e Jovane (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=51): Sporar (19), TT (19), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=88): Pote (35), Nuno Santos (28), Jovane (13), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=17): João Mário (7), Matheus Nunes (4), Palhinha (3), Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=20): Porro (12), Nuno Mendes (6), Plata (2)

 

Centrais (total=18): Coates (10), Feddal (5), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior é a que mais contribui em acções de golo;
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos.

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 02012021.png

pote.jpg

16
Dez20

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 14 jogos - 9 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 2 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 11 vitórias (78,6%), 2 empates (14,3%) e 1 derrota (7,1%), com 37 golos marcados (média de 2,64 golos/jogo) e 12 golos sofridos (0,86 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (10,1,3), N. Santos (4,8,0), TT (4,1,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (35 pontos), Nuno Santos (28), Sporar (16); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (14 contribuições), N. Santos (12), Sporar (9 contribuições);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (10 golos), Nuno Santos e TT (4);

5) Assistências: Nuno Santos (8), Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário e Jovane (2).

 

Hoje vamos fazer uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1):

 

Pontas de Lança (total=42): Sporar (16),  Jovane (13), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: Jovane circunstancialmente jogou na sua posição natural de interior)

 

Interiores (total=87): Pote (35), Nuno Santos (28), Tiago Tomás (15), Tabata (9)

(nota: TT circustancialmente jogou na sua posição natural de ponta de lança)

 

Médios Centro (total=14): Matheus Nunes (4), João Mário (4), Palhinha (3), Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=20): Porro (12), Nuno Mendes (6), Plata (2)

 

Centrais (total=17): Coates (10), Feddal (4), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior é a que mais contribui em acções de golo (mais do dobro que a de Ponta de Lança);
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes.

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 16122020.png

09
Dez20

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 12 jogos - 9 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa e 1 para a Taça de Portugal -, obtendo 9 vitórias (75%), 2 empates (16,7%) e 1 derrota (8,3%), com 32 golos marcados (média de 2,67 golos/jogo) e 12 golos sofridos (1 golo/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (10,1,3), N. Santos (4,7,0), Jovane (3,2,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (35 pontos), Nuno Santos (26), Sporar e Jovane (13); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (14 contribuições), N. Santos (11), Sporar (8 contribuições);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (10 golos), Nuno Santos (4), Jovane, TT e Coates (3);

5) Assistências: Nuno Santos (7), Porro, Vietto, Feddal, Matheus Nunes e Jovane (2).

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 9.png

30
Nov20

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 11 jogos - 8 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa e 1 para a Taça de Portugal -, obtendo 9 vitórias (81,8%), 1 empate (9,1%) e 1 derrota (9,1%), com 30 golos marcados (média de 2,73 golos/jogo) e 10 golos sofridos (0,91 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (9,1,3), Nuno Santos (4,7,0), Jovane (3,2,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (32 pontos), Nuno Santos (26), Sporar e Jovane (13); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (13 contribuições), N. Santos (11), Sporar (8 contribuições);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (9 golos), Nuno Santos (4), Jovane, TT e Coates (3);

5) Assistências: Nuno Santos (7), Porro, Vietto, Feddal, Matheus Nunes e Jovane (2).

 

Algumas notas complementares:

  • Pote e Nuno Santos juntos contribuíram para 80% dos golos do Sporting. Considerando apenas a acção directa (golos, assistências), o seu contributo conjunto é de 70% do total dos golos do Sporting;
  • Pote lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador), excepto o de assistências;
  • Já 17 jogadores contribuíram para os 30 golos obtidos esta época.
  • Nos 11 jogos da época passada, Ruben Amorim obteve 6 vitórias, 3 empates e 2 derrotas. Somando esses números à substancial melhoria verificada esta temporada, o treinador leonino contabiliza 22 jogos, 15 vitórias, 4 empates e 3 derrotas, ou seja, um total de 68,2% de vitórias, aproximando-se assim do Top 5 dos treinadores do Sporting com melhor percentagem de vitórias pelo clube. Top 5: 1º Robert Kelly 79,2%, 2º Cândido de Oliveira 75.3%, 3º Alexander Peics 73,1%, 4º Joseph Szabo 72,2%, 5º Randolph Galloway 70,5%. Últimos treinadores do Sporting: Marcel Keizer (66,7%), Leonardo Jardim (65,7%), José Peseiro (64,3%, 18/19), Jorge Jesus (63,9%), Jorge Silas (60,7%) e Marco Silva (60,4%). Nota 1: antes desta última vitória, a percentagem de vitórias de Ruben Amorim era exactamente igual à de Marcel Keizer, pelo que assim ultrapassou o técnico holandês; Nota 2: na sua melhor época (15/16), Jorge Jesus obteve 70,6% de vitórias, ficando a um triz de vencer o campeonato (79,4% de vitórias); Nota 3: a Europa tem sido uma fonte de descida das % de vitórias de todos os treinadores (Leonardo não teve Europa e Amorim apenas teve 2 jogos).

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

RANKING GAP 8.png

25
Nov20

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 10 jogos - 7 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa e 1 para a Taça de Portugal -, obtendo 8 vitórias (80%), 1 empate (10%) e 1 derrota (10%), com 28 golos marcados (média de 2,8 golos/jogo) e 9 golos sofridos (0,9 golo/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (7,1,3), Nuno Santos (4,6,0), Jovane (3,2,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (26 pontos), Nuno Santos (24), Sporar e Jovane (13); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (11 contribuições), N. Santos (10), Sporar (8 contribuições);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (7 golos), Nuno Santos (4), Jovane, TT e Coates (3);

5) Assistências: Nuno Santos (6), Porro, Vietto, Feddal, Matheus Nunes e Jovane (2).

 

Algumas notas complementares:

  • Pote e Nuno Santos juntos contribuíram para 75% dos golos do Sporting. Considerando apenas a acção directa (golos, assistências), o seu contributo conjunto é de 64,3% do total dos golos do Sporting;
  • Pote lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador), excepto o de assistências;
  • Já 17 jogadores contribuíram para os 28 golos obtidos esta época.

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 251120.png

11
Nov20

Ranking GAP (após 9 jogos)


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 9 jogos - 7 para o Campeonato Nacional e 2 para a Liga Europa -, obtendo 7 vitórias (77,8%), 1 empate (11,1%) e 1 derrota (11,1%), com 21 golos marcados (média de 2,33 golos/jogo) e 8 golos sofridos (0,89 golo/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (7,1,3), Nuno Santos (3,4,0), TT (3,0,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (26 pontos), Nuno Santos (17), Sporar (12); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (11 contribuições), N. Santos e Sporar (7 contribuições);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (7 golos), TT e Nuno Santos (3);

5) Assistências: Nuno Santos (4), Porro, Vietto e Feddal (2).

 

Algumas notas complementares:

  • Nesta época, Pote foi até agora influente em 52,4% dos golos do Sporting;
  • Influência de Bruno Fernandes no total dos golos do Sporting - 2018/19: 59,3%; 2017/18: 49,1% (épocas completas);
  • Pote lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador), excepto o de assistências;
  • Já 14 jogadores contribuíram para os 21 golos obtidos esta época.
  • Indicadores de Porro: 6º Ranking GAP, 5º MVP, 4º Influência, 6º Goleador, 2º Assistências.

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 7.png

03
Nov20

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 8 jogos - 6 para o Campeonato Nacional e 2 para a Liga Europa -, obtendo 6 vitórias (75%), 1 empate (12,5%) e 1 derrota (12,5%), com 17 golos marcados (média de 2,125 golos/jogo) e 8 golos sofridos (1 golo/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (5,0,3), TT (3,0,1), Nuno Santos (2,4,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (18 pontos), Nuno Santos (14), Sporar e TT (10); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (8 contribuições), N. Santos (6 contribuições), Sporar (5);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (5 golos), TT (3), N. Santos e Sporar (2);

5) Assistências: Nuno Santos (4), Vietto e Feddal (2).

 

Algumas notas complementares:

  • Nesta época, Pote foi até agora influente em 47,1% dos golos do Sporting;
  • Influência de Bruno Fernandes no total dos golos do Sporting - 2018/19: 59,3%; 2017/18: 49,1% (épocas completas);
  • Pote lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador), excepto o de assistências;
  • Já 12 jogadores contribuíram para os 17 golos obtidos esta época.

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 202021.png

11
Dez19

Ranking GAP(3)


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2019/2020, o Sporting disputou até agora 22 jogos - 13 para o Campeonato Nacional, 1 para a Supertaça, 2 para a Taça da Liga, 1 para a Taça de Portugal e 5 para a Liga Europa -, obtendo 12 vitórias (54,5%), 2 empates (9,1%) e 8 derrotas (36,4%), com 34 golos marcados (média de 1,56 golos/jogo) e 28 golos sofridos (1,27 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP: Bruno Fernandes (12,10,1), Luiz Phellype (6,2,0), Vietto (4,3,3);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (32,18,17); 

2) MVP: Bruno Fernandes (57 pontos), Luiz Phellype (22), Vietto (21);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (149); 

3) Influência: Bruno Fernandes (23 contribuições), Vietto (10), Luiz Phellype (8);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (67); 

4) Goleador: Bruno Fernandes (12 golos), Luiz Phellype (6), Vietto (4);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (32);

5) Assistências: Bruno Fernandes (10), Vietto (3), Luiz Phellype (2);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (18).

 

Algumas notas complementares:

  • Nesta época, Bruno Fernandes foi até agora influente em 67,6% dos golos do Sporting;
  • Influência de Bruno Fernandes no total dos golos do Sporting - 2018/19: 59,3%; 2017/18: 49,1%;
  • À semelhança de 2018/19, Bruno Fernandes lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador, Assistências);
  • Atacantes como Jovane Cabral, Rafael Camacho, Gonzalo Plata ou Fernando (não utilizado) ainda não contribuíram para qualquer golo. Jesé tem apenas 1 golo e nenhuma assistência;
  • 14 jogadores contribuíram para os 34 golos obtidos esta época, sendo que 5 deles são defesas. De destacar Coates, com 3 golos marcados, o 4º melhor goleador da equipa (também 4º classificado na lista de MVP). Acuña (defesa) está em 5º lugar como MVP das estatísticas ofensivas.

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

 

  G A P Pontos
Bruno Fernandes 12 10 1 57
Luíz Phellype 6 2 0 22
Vietto 4 3 3 21
Coates 3 0 0 9
Raphinha 2 0 1 7
Wendel 2 0 0 6
Acuña 1 1 3 8
Bolasie 1 1 3 8
Mathieu 1 1 0 5
Pedro Mendes 1 0 0 3
Jesé 1 0 0 3
Doumbia 0 1 0 2
Neto 0 1 0 2
Thierry 0 0 1 1

 

05
Out19

Ranking GAP (2)


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2019/2020, o Sporting disputou até agora 11 jogos - 7 para o Campeonato Nacional, 1 para a Supertaça, 1 para a Taça da Liga e 2 para a Liga Europa -, obtendo 4 vitórias (36,4%), 2 empates (18,2%) e 5 derrotas (45,4%), com 16 golos marcados (média de 1,45 golos/jogo) e 20 golos sofridos (1,82 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP: Bruno Fernandes (7,5,0), Luiz Phellype (3,2,0), Raphinha (2,0,1);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (32,18,17); 

2) MVP: Bruno Fernandes (31 pontos), Luiz Phellype (13), Raphinha (7);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (149); 

3) Influência: Bruno Fernandes (12 contribuições), Luiz Phellype (5), Bolasie e Vietto (4);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (67); 

4) Goleador: Bruno Fernandes (7 golos), Luiz Phellype (3), Raphinha (2);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (32);

5) Assistências: Bruno Fernandes (5), Luiz Phellype (2), Bolasie (1);

Vencedor - 2018/19: Bruno Fernandes (18).

 

Algumas notas complementares:

  • Nesta época, Bruno Fernandes foi até agora influente em 75% dos golos do Sporting;
  • Influência de Bruno Fernandes no total dos golos do Sporting - 2018/19: 59,3%; 2017/18: 49,1%;
  • À semelhança de 2018/19, Bruno Fernandes lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador, Assistências);
  • Raphinha, que saiu em 2 de Setembro, ainda está no pódio em 3 parâmetros de análise;
  • Atacantes como Jesé, Jovane Cabral, Rafael Camacho, Gonzalo Plata e Fernando (não utilizado) ainda não contribuíram para qualquer golo;
  • Apenas 10 jogadores contribuíram para os 16 golos obtidos esta época, sendo que 2 deles (Thierry e Raphinha) já não fazem parte do actual plantel e 1 apenas pode ser utilizado na Taça de Portugal e Liga Europa até Janeiro.

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

 

  G A P Pontos
Bruno Fernandes 7 5 0 31
Luíz Phellype 3 2 0 13
Raphinha 2 0 1 7
Vietto 1 0 3 6
Pedro Mendes 1 0 0 3
Coates 1 0 0 3
Wendel 1 0 0 3
Bolasie 0 1 3 5
Acuña 0 0 2 2
Thierry 0 0 1 1



12
Set19

Ranking GAP (1)


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2019/2020, o Sporting disputou até agora 5 jogos - 4 para o Campeonato Nacional, 1 para a Supertaça -, obtendo 2 vitórias (40%), 1 empate (20%) e 2 derrotas (40%), com 8 golos marcados (média de 1,6 golos/jogo) e 11 golos sofridos (2,2 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP: Bruno Fernandes (2,4,0), Raphinha (2,0,1), Luiz Phellype (1,1,0);

Vencedores - 2018/19: Bruno Fernandes (32,18,17); 2017/18:  Bas Dost (34,6,6);

2) MVP: Bruno Fernandes (14 pontos), Raphinha (7), Luiz Phellype (5);

Vencedores - 2018/19: Bruno Fernandes (149); 2017/18: Bas Dost (120);

3) Influência: Bruno Fernandes (6 contribuições), Raphinha e Vietto (3);

Vencedores - 2018/19: Bruno Fernandes (67); 2017/18: Bruno Fernandes (53);

4) Goleador: Bruno Fernandes e Raphinha (2 golos), LP, Coates e Wendel (1);

Vencedores - 2018/19: Bruno Fernandes (32); 2017/18: Bas Dost (34);

5) Assistências: Bruno Fernandes (4), Luiz Phellype (1);

Vencedores - 2018/19: Bruno Fernandes (18); 2017/18: Bruno Fernandes (18).

 

Algumas notas complementares:

  • Nesta época, Bruno Fernandes foi até agora influente em 75% dos golos do Sporting;
  • Influência de Bruno Fernandes no total dos golos do Sporting - 2018/19: 59,3%; 2017/18: 49,1%;
  • À semelhança de 2018/19, Bruno Fernandes lidera todos os parâmetros de análise (GAP, MVP, Influência, Goleador, Assistências);
  • Acuña, 2º melhor assistente em 2018/19 (13) e 3º melhor em 2017/18 (9), ainda não se estreou a assistir esta época;
  • Sabia que Jovane Cabral, que ainda não se estreou oficialmente esta época, na temporada 2018/19 contribuiu para 18 golos em escassos 1193 minutos de utilização, uma média de 1 acção influente para golo a cada 66,3 minutos? A título de exemplo, Bruno Fernandes, o jogador mais influente das duas últimas épocas teve um registo na temporada passada de 1 acção influente para golo a cada 69,97 minutos (67 contribuições em 4688 minutos), ou seja, uma média inferior à de Jovane. Em 2018/19, Diaby e Raphinha contribuíram para 16 golos em 2529 minutos e 15 golos em 2358 minutos de utilização, respectivamente, ou seja, uma influência absoluta menor nos golos do Sporting do que Jovane com sensivelmente o dobro do tempo de utilização do cabo-verdiano. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

 

 GAPPontos
Bruno Fernandes24014
Raphinha2017
Luíz Phellype1105
Coates1003
Wendel1003
Vietto0033
Acuña0011
Thierry0011

 

Nota: Ranking GAP=medalheiro olímpico; MVP: 3 pontos=golo, 2 pontos=assistência, 1 ponto=participação importante; Influência: golo, assistência ou participação=1 contribuição.

BF8.jpg

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Caro HY, também não tenho dúvidas de que em circun...

  • HY

    Tenho muita pena de não poder estar em Lisboa........

  • Pedro Azevedo

    It’s not over till it’s over, or till the fat lady...

  • Pedro Azevedo

    👍

  • José da Xã

    Diz o povo na sua sabedoria que o rabo é o mais di...