Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

18
Ago21

Flavia aurum, o ouro de Chaves


Pedro Azevedo

De entre os vários tesourinhos que o Sporting extraiu na mina de diamantes sita em Alcochete destacam-se Gonçalo Inácio, Nuno Mendes, Matheus Nunes (lapidado na última estação de produção da linha de montagem) e Jovane Cabral. Adicionalmente, Tiago Tomás e Daniel Bragança - o sistema de Rúben só o favorece quando o 3-4-3 transmuta num 3-5-2 - também vêm mostrando brilho, estando ainda em avaliação para apurar se são diamantes ou zircónia. Porém, é de um não formado em Alcochete que mais se fala entre os adeptos leoninos. Refiro-me a Pedro Gonçalves, ou simplesmente Pote, o Pote de Ouro do actual Sporting. O Pedro é um jogador extraordinário. Tão extraordinário que se pertencesse ao clube do outro lado da Segunda Circular já teria merecido inúmeras parangonas nos jornais envolvendo o interesse milionário de todos os gigantes deste mundo e do outro. Além da excelência que exprime em campo, o Pote é um jogador intrigante que deveria suscitar na crítica o interesse pela descodificação do seu ADN futebolístico. Afinal, estamos a falar de um avançado que pensa como um médio ou de um médio que age como um avançado? Eu diria que ambas as premissas são verdadeiras. Pote é essencialmente um mutante que remata como quem passa à baliza ou organiza o jogo desde trás, mas também serve apoios frontais ao portador da bola como se de um ponta de lança se tratasse e revela inteligência muito acima da média na leitura do espaço entre-linhas por onde melhor pode desequilibrar o adversário (típico de um categorizado "nove e meio"). Sim, se tivesse que destacar uma qualidade no Pote seria a sua inteligência superlativa. Os apoios frontais que oferece à continuidade das jogadas (vidé a sua primeira intervenção no segundo golo na Pedreira) ou a forma como estrategicamente desaparece do jogo para logo revelar a sua letalidade ao saber apresentar-se no momento certo assim o mostram à saciedade. 

 

Melhor marcador do último campeonato nacional, primeiro colocado na corrida pela Bola de Prata deste ano e já decisivo na conquista leonina da Supertaça, o que precisa mais Pote de fazer para ser unanimamente reconhecido como o jogador de referência do futebol jogado em Portugal? Na verdade nada, pois tudo o que depende dele merece a nota mais alta. Já o que depende de terceiros é outra conversa. Fernando Santos que o diga. E assim o Pote arrisca-se a ser visto como um engraçado jogador de um tempo em que um Rafa cai mais facilmente em graça...

pote de ouro.jpg

19
Nov20

Jogadores do Sporting e a Selecção Nacional

Os Doze Trabalhos de Pote


Pedro Azevedo

Estrangulou o Leão da Nemeia? Matou a Hidra de Lerna? Aprisionou a Corça de Cerineia? Capturou o Javali de Erimanto? Limpou os currais do Rei Aúgias? Matou monstros no Lago Estínfalo? Levou o Touro de Creta até Euristeu? Castigou Diómedes? Venceu as Amazonas? Matou o gigante Gerião? Colheu os pomos de ouro do Jardim das Hespérides? Trouxe do mundo dos mortos o cão Cérbero? Não? Só sete golitos em seis jogos de campeonato? Dois golos em 143 minutos pelos Sub-21? Bah!, então queixam-se do quê? Não sabem que juventude se abrevia com Jota? Quem? Aquele rapaz que foi a Valladolid comprar caramelos e nunca mais ninguém soube do seu paradeiro.

 

Não ver dar valor ao mérito é como um convite à perda da inocência.  

pote3.jpeg

26
Ago20

Pedro Gonçalves nomeado para Jogador do Ano


Pedro Azevedo

Confirmando a análise aqui feita aquando do anúncio da sua contratação, Pedro Gonçaves ("Pote") é um dos nomeados pelos capitães e treinadores da Primeira Liga para Jogador do Ano. Oxalá possa confirmar no Sporting os bons indicadores deixados na equipa famalicence. A qualidade individual está lá, faltará talvez o enquadramento ideal em termos de qualidade-extra no plantel (o que é diferente de experiência) que não coloque demasiada pressão num jogador ainda tão jovem. 

 

Por curiosidade, os outros nomeados são: Ricardo Horta e Paulinho (Braga), Fábio Martins (Famalicão), Edwards (Vitória SC), Taremi (Rio Ave), Pizzi (Benfica), Corona, Alex Telles (Porto) e Bruno Fernandes (Sporting).

 

Destaque especial para o nosso ex-atleta Bruno Fernandes, que confirmou no Manchester United tudo aquilo que Castigo Máximo sempre escreveu sobre ele e que fez dele não só um dos melhores jogadores da Primeira Liga mas também um dos melhores jogadores europeus do ano, com um título de melhor marcador da pretérita Liga Europa (inclui golos pelo Sporting) à mistura.

pote.jpg

18
Ago20

Pote de ouro?


Pedro Azevedo

Pedro Gonçalves, ou "Pote", é até ver potencialmente o melhor reforço da era Varandas. O meio-campista foi, conjuntamente com o seu colega Fábio Martins, os braguistas Paulinho e Ricardo Horta, o vimaranense Edwards e o vilacondense Taremi, um dos melhores jogadores (extra-"grandes") da Primeira Liga de 2019/20. Versátil - tanto pode jogar como um "8" ou um "10" - , assenta bem tanto em 4-4-2 como em 4-3-3, ou até no sistema preferido de Ruben Amorim, o 3-4-3. Neste último sistema poderá ser o segundo médio ou um dos interiores por detrás do ponta de lança. Jogador com algumas características comuns a Bruno Fernandes, Pote será a grande esperança do Sporting para elevar o patamar de jogo da equipa. É, desde já, também a única contratação anunciada capaz de fazer sonhar os sócios e adeptos leoninos. 

Há todavia 2 pontos a merecerem reserva: por um lado, a expectativa quanto à forma como a sua juventude reagirá à enorme responsabilidade que terá sobre os ombros, num clube de grande dimensão mas onde o enquadramento a nível de qualidade extra não abunda; por outro, a percentagem reduzida do passe que estará na posse dos leões (apenas 50%) após uma transferência cujo valor global de referência ultrapassou em 30% a contratação em 2017 de Bruno Fernandes (comissão incluída), jogador que já levava 4 épocas em Itália.

 

Boa sorte Pedro Gonçalves, e o desejo de que com esta contratação o Sporting possa ter encontrado o "Pote de Ouro" no final de um arco-íris feito de muita precipitação entrecortada por ocasionais raios de sol.

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes