Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

27
Dez20

Golo da Semana (*)


Pedro Azevedo

"O Farense foi a segunda equipa capaz de condicionar significativamente o jogo do Sporting. A outra tinha sido o Gil Vicente. Mérito da equipa de Faro e do seu treinador, que não podemos acusar de ter adoptado uma postura hiper-defensiva. Aliás, na primeira parte, quem mais rematou à baliza, quem mais perigo criou foi o Farense. Quase sempre por Ryan Gauld, embora a coroar movimentações colectivas bem conseguidas. Nada de novo. Na Luz os leões de Faro foram injustamente derrotados, todos nos recordamos desse jogo.
Com os bloqueios bem pensados e melhor implementados a fluidez do nosso jogo esmorece e a construção a partir do núcleo de três centrais é, como já sabemos, uma não-construção. Palhinha e João Mário muito condicionados e os laterais muito amarrados atrás tornam o jogo do Sporting um grande empastelamento.
O resto já se sabe: marcámos um saboroso golo que nos deu um ultra-saboroso triunfo. São importantes estes triunfos e as reflexões que eles nos permitem. Mais vale reflectir e mudar quando ganhamos do que quando perdemos ou estamos a perder.

 

João Mário, cuja classe, trouxe uma dimensão extra ao futebol do Sporting, jogou muito menos do que o habitual. Penso, e já aqui o escrevi, que não é nesta posição que o nosso craque faz as coisas acontecerem. É muito mais importante numa das alas, sobretudo na ala direita, a flectir para o centro ou a assistir. Ontem na segunda parte pensei que iria entrar o Daniel Bragança e que o João Mário iria ser deslocado para a ala esquerda substituindo o apático Nuno Santos.
Um dos pilares deste Sporting é o jovem lateral esquerdo, Nuno Mendes. Temo que as lesões e os apressados regressos à competição impeçam que o jovem talento imprima às suas exibições o fulgor e a criatividade que nenhum contra-argumento é capaz de anular.
Continuo a gostar de ver o Sporting com Sporar em alternativa ao Sporting sem o esloveno. Mas de quem tenho muitas saudades é do Jovane, aquele que na parte final da época passada, com Amorim no comando, mostrou que é um dos melhores jogadores do plantel. O mesmo que, este ano, pese embora a menor utilização, tem uma produtividade - medida em golos e assistências - que o destacam, para nosso contentamento.
Quem eu gostava de ver mais perto da possibilidade de ser útil era o Pedro Marques, que depois de ter bisado para a Taça foi remetido a um bisonho retiro na equipa B ou sub-23.
Ontem (NA: dia 19) pareceu-me que o Amorim mexeu tarde na equipa e não muito bem. 'Malgré tout', estamos em primeiro e assim passaremos o Natal. Não é pouco, não é fácil, e é muito bom."

 

- Leitor JG, em Liberais, keynesianos e monopolistas.

 

(*) Nova rúbrica: semanalmente, Castigo Máximo elegerá aquele que na sua opinião é o melhor comentário da semana. Este refere-se ao período compreendido entre 20 e 26 de Dezembro. 

24
Dez20

Feliz Natal!


Pedro Azevedo

natal sporting.jpeg

Pese todos os compreensíveis condicionalismos a que a pandemia nos vem obrigando, quero aproveitar a oportunidade para desejar a todos os Leitores um Natal com saúde, paz e harmonia. O meu obrigado pelo Vosso apoio e a minha esperança de que a resiliência tão própria dos Sportinguistas se possa generalizar pela população a fim de que todos juntos possamos ultrapassar esta difícil situação, enfrentando assim um ano de 2021 com melhores auspícios. (Em contraciclo, do ponto de vista desportivo está bom assim.)  

Que do trauma que temos vindo a experienciar em 2020 possa surgir um Homem novo, mais solidário e atento ao que o rodeia, com um sentido mais colectivo e menos individualista da vida, que viva com alegria de uma forma socialmente responsável e não se limite a "sobreviver" sabe-se lá à custa do quê ou de quem. Chegámos a um momento da história da Humanidade em que se torna imperioso libertarmos o melhor que há dentro de nós, abrindo-nos ao mundo sem filtros, preconceitos, umbiguismos, deslealdades ou corruptelas, tomando consciência das nossas inúmeras fragilidades e pouca sabedoria, procurando soluções em conjunto para problemas comuns e humildemente aprendendo com os melhores exemplos. Evoluindo. É preciso lutar pelo bem, e ele existe em cada um de nós. O futebol? Como diz o Valdano aqui mais em cima, o futebol é só a coisa mais importante das coisas verdadeiramente não importantes. Boas Festas! 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    GPS é muito bom. Uma história curiosa: um grupo de...

  • Pedro Azevedo

    O Paulinho revela dificuldades na finalização a 1 ...

  • Verde Protector

    É una boa comparação com Firmino. Mas o brasileiro...

  • Pedro Azevedo

    Não esquecer a Quadriga Mafiosa do Liverpool forma...

  • Pedro Azevedo

    Obrigado, caro Verde Protector. A nossa mitologia ...