Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

29
Mar21

A todo o gás em Sines


Pedro Azevedo

Sines foi este fim de semana uma porta de entrada para o contentor de golos com que a equipa de futsal do Sporting presenteou a sua homóloga do Benfica. Em jogo estava a Taça da Liga e a amarração dos encarnados iniciou-se com um golo de Merlim, o mago leonino. Antes do intervalo, Rocha refinou um pouco mais o marcador. No segundo tempo o Sporting chegou até aos 5-0, cortesia de Zicky (por duas vezes, há petróleo na nossa Formação!!!) e Pauleta. O Benfica ainda reduziu para 5-2, mas um último golo do capitão João Matos deixou a diferença final no resultado em águas profundas. Uma grande vitória do Sporting e mais um título na carreira do nosso Nuno Dias.

sporting futsal.jpg

15
Mai19

No dia 15 de Maio... ganhámos a Taça dos Vencedores das Taças


Pedro Azevedo

Não pretendo branquear o passado recente, mas há um pretérito bastante mais antigo que tem muito mais a vêr com o que é o Sporting e os princípios enunciados pelo nosso fundador, o Visconde de Alvalade. Foi há 55 anos, em Antuérpia, que o Sporting bateu os húngaros do MTK, na finalíssima da Taça dos Vencedores das Taças, arrebatando assim o troféu. Para ainda ser mais épico, nada melhor do que o golo da vitória ter sido obtido de canto directo, o chamado "golo olímpico", designação dada pelos argentinos depois de com um golo assim terem batido o campeão olímpico da época, o Uruguai. Autor da proeza: João Morais. Aqui ficam as imagens dessa gesta gloriosa de 64:

Sporting - esforço, dedicação, devoção e... GLÓRIA!

27
Jan19

PetroMAX


Pedro Azevedo

Num jogo em que os adeptos leoninos tributaram o seu apreço a uma série de heróis improváveis -  Diaby, Renan (outra vez!!), André Pinto - é justo destacar a prestação de Radosav Petrovic. O sérvio não hesitou - ademais depois de um primeiro sacrifício pela equipa, tendo entrado para jogar fora da sua posição natural - em permanecer em campo mesmo sabendo que tinha o nariz partido. É impossível ignorar o seu foco princípal na altura em que o infortúnio lhe bateu à porta: "deem-me uma camisola" passará justamente à história como a marca mais brilhante da sua presença entre nós, feita da determinação extrema com que ontem à noite iluminou toda a equipa. Com toda a justiça.

 

De patinho feio a belo cisne (ainda que de nariz torto), ou como uma exibição feita de sacrifício, abnegação e comprometimento com o grupo e o clube merece o aplauso deste sócio. Esforço, dedicação, devoção e glória, assim é o Sporting Clube de Portugal!

petrovic.jpg

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Posts mais comentados

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes