Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

01
Abr23

Uma verdade inconveniente


Pedro Azevedo

Informação útil para os dogmáticos da idade que se extrai do bilhete de identidade e restantes detractores de CR7: o cidadão Cristiano Ronaldo marcou 67 dos seus 122 golos (54,9%) ao serviço da Selecção Nacional após completar 31 anos. Mais, tendo no total 122 golos em 198 jogos por Portugal (0,616 golos/jogo), a sua média de golos pela “Equipa de todos nós” cresce exponencialmente se considerarmos apenas os seus números depois dos 31 anos: são 67 golos em 75 jogos, média de 0,893 golos/jogo. E se eliminarmos o ano de 2022, em que foi acometido de diversos problemas pessoais e profissionais que impactaram na sua forma, essa média sobe para mais de 1 golo por jogo (64 golos em 63 golos), números de acordo com os registados no Real Madrid. É só isto que eu queria dizer, para agora nos concentrarmos devidamente na recepção ao Santa Clara. Esperando que a realidade factual dos números não tenha provocado alergia a alguém. (Em caso de azia, é favor tomar nota que qualquer medicamento que a combata terá um efeito menos duradouro que cada novo feito de Ronaldo. É lidar.)

 

PS: Em 2016, com 31 anos, Ronaldo ajudou Portugal a vencer o seu primeiro grande troféu internacional (Campeonato da Europa). Em 2019, aos 34 anos, com ele a marcar 3 golos na meia final (3-1 à Suíça), Portugal ganhou a Liga das Nações. 

ronaldo.jpeg

15
Ago22

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2022/2023, o Sporting disputou até agora 2 jogos - todos para o Campeonato Nacional -, obtendo 1 vitória (50%) e 1 empate (50%), com 6 golos marcados (média de 3 golos/jogo) e 3 golos sofridos (1,5 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (3,0,0), Edwards (1,2,0), Matheus N. (1,1,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (9 pontos), Edwards (7), Matheus N. (6); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (3 contribuições), Matheus N. e Edwards (3);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (3 golos), Matheus N., Edwards e N. Santos (1);

5) Assistências: Edwards (2), Porro, Matheus N., Trincão e Rochinha (1).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=0): -

Interiores (total=21): Pote (9), Edwards (7), Rochinha (3) e Trincão (2);

Médios (total=6): Matheus Nunes (6);

Alas/laterais (total=6): Nuno Santos e Porro (3);

Centrais (total=0):-

Conclusões:

  • A posição de ponta de lança ainda não contribuiu com golos. Paulinho ficou em branco em Braga e Rodrigo Ribeiro ainda não se estreou; 
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Laterais/Alas, Médios Centro, Centrais e Pontas de Lança;
  • Um total de 7 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 2023.png

17
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 27 jogos - 19 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 22 vitórias (81,5%), 3 empates (11,1%) e 2 derrotas (7,4%), com 57 golos marcados (média de 2,11 golos/jogo) e 18 golos sofridos (0,67 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim subiu mais uma posição no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 38 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 73,7% de vitórias (28 em 38) em todos os jogos, superando homens como o húngaro József Szabó e o tri-campeão Randolph Galloway. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), por Amorim, pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (14,3,5), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (53 pontos), Nuno Santos (36), Jovane e Porro (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (22 contribuições), N. Santos (15), Porro (12);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (14 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote, Porro e Feddal (3).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55)TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

tt1.jpg

Interiores (total=123)Pote (53), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

pote3.jpeg

Médios Centro (total=29)Matheus Nunes e João Mário (10), Palhinha (6) e Bragança (3)

matheus nunes benfica.jpg

Laterais/Alas (total=39)Porro (23), Nuno Mendes (10), Plata (4), Antunes (2)

Pedro-Porro.jpg

Centrais (total=32)Coates (17), Feddal (8) e Gonçalo Inácio (7)

Coates.jpg

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

adan1.jpg

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/Ala e de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos superiores a qualquer ponta de lança;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/Alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, apenas Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira, Paulinho e Matheus Reis ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 17022021.png

12
Fev21

Distribuição dos nossos golos


Pedro Azevedo

frequencia de golo.png

suplentes golos.png

Conclusão: no que ao golo diz respeito, o Sporting arranca mais forte na primeira do que na segunda parte e acaba muito bem qualquer uma das partes, especialmente a segunda (o intervalo entre os 76 e os 90 minutos é de longe o mais relevante). Isto pode dar a pista de que a equipa se encontra muito bem física e mentalmente. Desses 16 golos marcados no último sexto dos jogos, 9 foram decisivos porque nos garantiram pontos, 13 mais exactamente (1 ponto contra o Porto, 2 pontos contra o Santa Clara, 3 pontos contra o Gil em casa, 2 pontos contra o Farense, 2 pontos contra o Benfica e 3 pontos contra o Gil fora). Há ainda a acrescentar os dois golos tardios de Jovane ao Porto, para a Taça da Liga, que transformaram uma derrota pré-anunciada numa vitória final que nos abriu as portas para ganhar a competição. 

 

No que concerne a golos provenientes do banco, os números são razoáveis. Mais importante, 1 valeu um empate (Vietto contra o Porto), 2 permitaram a reviravolta contra o Gil em Alvalade (Sporar e TT, houve ainda um outro golo), 1 outro deu uma vitória pela margem mínima (Sporar contra Farense) e 2 (de Jovane) evitaram a eliminação e oferecerem-nos até o triunfo no jogo contra o Porto da semi-final da Taça da Liga. Assim, pode dizer-se que 6 golos vindos do banco (metade do total) renderam-nos 5 pontos para o campeonato e foram fundamentais para a conquista da Taça da Liga.

12
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 26 jogos - 18 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 21 vitórias (80,8%), 3 empates (11,5%) e 2 derrotas (7,7%), com 55 golos marcados (média de 2,12 golos/jogo) e 18 golos sofridos (0,69 golos/jogo).

 

Individualmente, Rúben Amorim está agora isolado no 4º lugar no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 37 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 73,0% de vitórias (27 em 37) em todos os jogos, superando o homem que apurou o instinto goleador de Peyroteo (o húngaro József Szabó) e o tri-campeão Randolph Galloway. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelo húngaro Alexander Peics (73, 1%), Amorim e József Szabó (72, 2%).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas de golo):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (14,3,4), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (52 pontos), Nuno Santos (36), Jovane e Porro (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (21 contribuições), N. Santos (15), Porro (12);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (14 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote e Porro (3).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55)TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

tt1.jpg

Interiores (total=123)Pote (52), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

pote3.jpeg

Médios Centro (total=23)Matheus Nunes (10), João Mário (7), Palhinha e Bragança (3)

matheus nunes benfica.jpg

Laterais/Alas (total=39)Porro (23), Nuno Mendes (10), Plata (4), Antunes (2)

Pedro-Porro.jpg

Centrais (total=29)Coates (17), Gonçalo Inácio (7), Feddal (5)

Coates.jpg

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

adan1.jpg

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança; A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/Ala e de Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos superiores a qualquer ponta de lança;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/Alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 20 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, apenas Max, Neto, Quaresma, Borja, João Pereira, Paulinho e Matheus Reis ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 12022021.png

09
Fev21

Estatísticas da Liga 2020/21 (Fim da 1ª volta)


Pedro Azevedo

O Sporting lidera no final da primeira volta com 6 pontos de avanço sobre o 2º colocado no campeonato. É também a equipa que menos golos sofre (9). Mantém o melhor marcador da competição (Pote). 

 

  1. Melhor rácio de CA p/ falta cometida: Paços - 11,3% (16º Sporting - 17,3%).
  2. Pior Rácio de CA p/ falta cometida: Famalicão - 19,9%. 
  3. Menos Faltas com. por jogo: Rio Ave - 13,6 Faltas (6º Sporting - 16,0 Faltas).
  4. Mais Faltas com. por jogo: Portimonense - 18,8 Faltas.
  5. Menos CA por jogo: Porto - 1,9 (16º Sporting - 2,8).
  6. Mais CA por jogo: Famalicão - 3,2.
  7. Menos Golos Sofridos: Sporting - 9 golos. 
  8. Mais Golos Sofridos: Fmalicão e Tondela - 30 golos.
  9. Mais Golos Marcados: Porto - 39 golos (2º Sporting - 36). 
  10. Menos Golos marcados: B SAD - 8 golos.
  11. Menos Posse de bola: B SAD - 42,7%.
  12. Mais Posse de bola: Benfica - 59,5% (3º Sporting - 57,2%).
  13. O Sporting cometeu 272 faltas que se traduziram em 47 amarelos (rácio de 17,3%).
  14. Tiago Tomás é o leão com mais faltas sofridas (37, 5º na Liga).   
  15. Pote (aproveitamento de 33,3%) é o mais rematador do Sporting (42 remates).
  16. Pote é o Goleador da Primeira Liga (14 golos).
  17. Maior sequência vitórias consecutivas: Braga e Paços (6).
  18. Há uma correlação entre a menor posse de bola da Liga (42,7%) e a classificação (18º) do Farense.
  19. No sentido inverso, o Paços tem o 2º pior registo de Posse de Bola mas está em 5º lugar na Liga.
  20. O Paços é a 2ª equipa que comete mais faltas (311), mas tem o 3º melhor registo de CA, eficiência que se pode explicar por a equipa raramente ser apanhada desequilibrada em transição (baixa posse de bola) e/ou por fazer as faltas aquando da pressão alta (uma pista: tanque é o 2º jogador mais faltoso da Liga e, simultaneamente, o que sofre mais faltas).
  21. O Sporting tem as mesmas faltas cometidas que o Porto e mais 14 cartões amarelos
  22. O Sporting tem menos 8 faltas cometidas que o Braga e mais 13 amarelos.
  23. Darwin (Benfica) lidera nas assistências (7), seguido por Quaresma (Vitória SC) e Angel Gomes (Boavista) com 5. .
  24. Quaresma (Vitória SC) lidera nos cruzamentos (80). Porro (9º, 52) é o melhor do Sporting.

ESTATÍSTICAS 17.png

Nota: Vitória e Farense têm 1 jogo em atraso.

 

05
Fev21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 24 jogos - 16 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 19 vitórias (79,2%), 3 empates (12,5%) e 2 derrotas (8,3%), com 51 golos marcados (média de 2,13 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,71 golos/jogo).

 

 

Individualmente, Rúben Amorim continua no Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que já realizou 35 jogos pelo clube em diversas competições, Rúben apresenta um registo de 71,4% de vitórias (25 em 35) em todos os jogos, permacendo em 5º lugar nessa lista. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelos húngaros Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%) e por Amorim.

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,3,3), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (45 pontos), Nuno Santos (36), Jovane (23); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (18 contribuições), N. Santos (15), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT, Plata e Nuno Mendes (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55): TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=116): Pote (45), Nuno Santos (36), Jovane (23), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=23): Matheus Nunes (10), João Mário (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=34): Porro (20), Nuno Mendes (10), Plata (4)

 

Centrais (total=21): Coates (11), Feddal e Gonçalo Inácio (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança;
    • A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que a de Lateral/ala e praticamente a mesma que a Central, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos muito próximos dos pontas de lança TT e Sporar;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro, Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 050221.png

31
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 23 jogos - 15 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 18 vitórias (78,3%), 3 empates (13,0%) e 2 derrotas (8,7%), com 50 golos marcados (média de 2,17 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,74 golos/jogo).

 

 

Individualmente, Rúben Amorim entrou directamente para o Top 5 da exclusiva lista de treinadores do Sporting com maior percentagem de vitórias. Numa altura em que acabou de completar 34 jogos pelo clube em diversas competições, o equivalente a um campeonato nacional, Rúben destronou o histórico Randolph Galloway (três títulos consecutivos de campeão) com um registo de 70,6% de vitórias (24 em 34) em todos os jogos (o inglês deixou uma marca de 70,5% de triunfos), passando a figurar em 5º lugar nessa lista. O líder continua a ser o também inglês Robert Kelly (79,2%), seguido por Cândido de Oliveira (75,3%), pelos húngaros Alexander Peics (73, 1%) e József Szabó (72, 2%) e agora também por Amorim.

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,3,3), N. Santos (6,9,0), Jovane (6,2,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (45 pontos), Nuno Santos (36), Jovane e TT (22); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (18 contribuições), N. Santos (15), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), Jovane e N. Santos (6);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT, Plata e Nuno Mendes (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55): TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=115): Pote (45), Nuno Santos (36), Jovane (22), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=33): Porro (19), Nuno Mendes (10), Plata (4)

 

Centrais (total=21): Coates (11), Feddal e Gonçalo Inácio (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança;
  • A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que todas as outras (excepto a de guarda-redes), o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Porro tem números ofensivos muito próximos dos pontas de lança TT e Sporar;
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 310121.png

26
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 22 jogos - 14 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 3 para a Taça da Liga -, obtendo 17 vitórias (77,3%), 3 empates (13,6%) e 2 derrotas (9,1%), com 48 golos marcados (média de 2,18 golos/jogo) e 17 golos sofridos (0,77 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,3,3), Jovane (6,2,0), N. Santos (5,9,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (45 pontos), Nuno Santos (33), Jovane e TT (22); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (18 contribuições), N. Santos (14), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), Jovane (6), TT e Nuno Santos (5);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Pote (3), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, TT e Plata (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=55): TT (22), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=112): Pote (45), Nuno Santos (33), Jovane (22), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=28): Porro (16), Nuno Mendes (8), Plata (4)

 

Centrais (total=21): Coates (11), Feddal e Gonçalo Inácio (5)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo mais do dobro da posição de Ponta de Lança;
  • A posição de Médio Centro tem menos preponderância nos nossos golos que todas as outras (excepto a de guarda-redes), o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 260121.png

21
Jan21

Ao minuto


Pedro Azevedo

Golos por minuto de utilização.png

 

Legenda: 1º Quadro: minutos necessários para fazer 1 golo; 2º Quadro: minutos necessários para ter influência (golo, assistência, participação importante) em 1 golo; 3º Quadro: minutos necessários para ADG (acção directa para golo=golo ou assistência). 

PS: A estatística junta todos os avançados: pontas de lança e interiores. Os indicadores respeitantes a Pedro Marques não podem ser considerados estatisticamente relevantes dado a amostra possuir um número demasiado reduzido de observações (na realidade, apenas uma). 

19
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 20 jogos - 14 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 3 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 15 vitórias (75%), 3 empates (15%) e 2 derrotas (10%), com 45 golos marcados (média de 2,25 golos/jogo) e 16 golos sofridos (0,8 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (12,2,3), N. Santos (5,9,0), TT (5,2,2);

2) MVP: Pedro Gonçalves (43 pontos), Nuno Santos (33), TT (21); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (17 contribuições), N. Santos (14), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (12 golos), TT e Nuno Santos (5);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, Pote, TT e Plata (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=54): TT (21), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=104): Pote (43), Nuno Santos (33), Jovane (16), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=25): Porro (13), Nuno Mendes (8), Plata (4)

 

Centrais (total=18): Coates (10), Feddal (5), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo praticamente o dobro da posição de Ponta de Lança;
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e pouco mais que os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro, Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 180121.png

10
Jan21

Golo, influência e acções directas ao minuto


Pedro Azevedo

Golos por minuto de utilização.png

Legenda: 1º Quadro: minutos necessários para fazer 1 golo; 2º Quadro: minutos necessários para ter influência (golo, assistência, participação importante) em 1 golo; 3º Quadro: minutos necessários para ADG (acção directa para golo=golo ou assistência). 

 

Descontando os números de Pedro Marques (impressionantes, mas de amostra muito curta para ser conclusiva), há algum indicador que surpreenda o caro Leitor?

10
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 18 jogos - 13 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 2 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 15 vitórias (83,3%), 2 empates (11,1%) e 1 derrota (5,6%), com 44 golos marcados (média de 2,44 golos/jogo) e 13 golos sofridos (0,72 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (11,2,3), N. Santos (5,9,0), TT (5,2,2);

2) MVP: Pedro Gonçalves (40 pontos), Nuno Santos (33), TT (21); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (16 contribuições), N. Santos (14), Sporar (11);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (11 golos), TT e Nuno Santos (5);

5) Assistências: Nuno Santos (9), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário, Jovane, Pote e TT (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=54): TT (21), Sporar (20), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=101): Pote (40), Nuno Santos (33), Jovane (16), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=20): João Mário e Matheus Nunes (7), Palhinha e Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=22): Porro (12), Nuno Mendes (8), Plata (2)

 

Centrais (total=18): Coates (10), Feddal (5), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior contribui em acções de golo praticamente o dobro da posição de Ponta de Lança;
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e pouco mais que os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Médios Centro, Centrais, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos. Dos utilizados, Max, Neto, Quaresma, Borja e Antunes ainda não tiveram preponderância nos golos marcados. 

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 100121.png

07
Jan21

Estatísticas da Liga 2020/21 (Jornada 12)


Pedro Azevedo

O Sporting aumentou em 2 pontos a vantagem para o 2º colocado no campeonato. É também a equipa que menos golos sofre (8). Mantém o melhor marcador da competição (Pote). 

 

  1. Melhor rácio de CA p/ falta cometida: Paços (novo) - 10,1% (17º Sporting - 18,8%).
  2. Pior Rácio de CA p/ falta cometida: Famalicão - 21,6%. 
  3. Menos Faltas com. por jogo: Benfica - 13,6 Faltas (11º Sporting - 16,4 Faltas).
  4. Mais Faltas com. por jogo: Paços de Ferreira - 18,9 Faltas.
  5. Menos CA por jogo: Rio Ave - 1,5 (17º Sporting - 3,1).
  6. Mais CA por jogo: Famalicão - 3,3.
  7. Menos Golos Sofridos: Sporting - 8 golos. 
  8. Mais Golos Sofridos: Tondela - 23 golos.
  9. Mais Golos Marcados: Porto - 31 golos (2º Sporting - 28). 
  10. Menos Golos marcados: B SAD e Rio Ave - 6 golos.
  11. Menos Posse de bola: Farense - 42,9%.
  12. Mais Posse de bola: Porto - 60,0% (3º Sporting - 56,9%).
  13. O Sporting cometeu 197 faltas que se traduziram em 37 amarelos (rácio de 18,8%).
  14. Os jogadores do Sporting sofreram 229 faltas que deram 41 amarelos (17,9%).
  15. Tiago Tomás é o leão com mais faltas sofridas (29, 5º na Liga).   
  16. Pote (aproveitamento de 42,3%) é o mais rematador do Sporting (26 remates).
  17. Pote é o Goleador da Primeira Liga (11 golos).
  18. Maior sequência vitórias consecutivas: Braga (6, entre a Jornada 3 e a Jornada 8).
  19. Mais Posse Estéril: Rio Ave (54,9%, 6 golos, 99 minutos de posse para fazer 1 golo).
  20. O crescimento no item acumulado de Posse de Bola do Marítimo pós-Lito Vidigal (de 39,5% para 45,7%) parece ter tido correlação com a melhoria na classificação (de 17º para 8º).
  21. Há uma correlação entre a menor posse de bola da Liga (42,9%) e a classificação (18º) do Farense.
  22. No sentido inverso, o Paços tem o 3º pior registo de Posse de Bola mas está em 6º lugar na Liga.
  23. O Paços é a equipa que comete mais faltas (227), mas tem o 2º melhor registo de CA, eficiência que se pode explicar por a equipa raramente ser apanhada desequilibrada em transição (baixa posse de bola).
  24. O Sporting tem mais 1 falta cometida que o Porto e mais 13 cartões amarelos. 
  25. O Sporting tem mais 3 faltas cometidas que o Braga e mais 14 amarelos.
  26. Angel Gomez (Boavista) e Darwin (Benfica) lideram nas assistências (5). Nuno Santos (4) é o 3º conjuntamente com Gauld (Farense) e Grimaldo (Benfica).
  27. Corona (Porto) lidera nos cruzamentos (45). Porro (11º, 36) é o melhor do Sporting.estatísticas12.png
02
Jan21

Estatísticas da Liga 2020/21 (Jornada 11)


Pedro Azevedo

O Sporting continua a liderar isolado o campeonato. É também a equipa que menos golos sofre (8). Mantém o melhor marcador da competição (Pote). 

 

  1. Melhor rácio de CA p/ falta cometida: Braga (novo) - 10,7% (17º Sporting - 18,9%).
  2. Pior Rácio de CA p/ falta cometida: Famalicão - 20,3%. 
  3. Menos Faltas com. por jogo: Benfica - 13,5 Faltas (10º Sporting - 16,4 Faltas).
  4. Mais Faltas com. por jogo: Paços de Ferreira (novo) - 19,4 Faltas.
  5. Menos CA por jogo: Rio Ave - 1,6 (17º Sporting - 3,1).
  6. Mais CA por jogo: Famalicão - 3,2.
  7. Menos Golos Sofridos: Sporting - 8 golos. 
  8. Mais Golos Sofridos: Tondela - 23 golos.
  9. Mais Golos Marcados: Porto - 28 golos. 
  10. Menos Golos marcados: B SAD e Rio Ave - 6 golos.
  11. Menos Posse de bola: Farense (novo) - 43,5%.
  12. Mais Posse de bola: Porto (novo) - 60,3% (3º Sporting - 57,2%).
  13. O Sporting cometeu 180 faltas que se traduziram em 34 amarelos (rácio de 18,9%).
  14. Os jogadores do Sporting sofreram 212 faltas que deram 37 amarelos (17,5%).
  15. Porro e Tiago Tomás (26) são os leões que sofrem mais faltas.   
  16. Pote (aproveitamento de 40%) é o mais rematador do Sporting (25 remates).
  17. Pote é o Goleador da Primeira Liga (10 golos).
  18. Maior sequência vitórias consecutivas: Braga (6, entre a Jornada 3 e a Jornada 8).
  19. Mais Posse Estéril: Rio Ave (54,5%, 6 golos, 90 minutos de posse para fazer 1 golo).
  20. O crescimento no item acumulado de Posse de Bola do Marítimo pós-Lito Vidigal (de 39,5% para 44,5%) parece ter tido correlação com a melhoria na classificação (de 17º para 10º).
  21. O Paços tem o 3º pior registo de Posse de Bola, mas está em 6º lugar na Liga.
  22. O Paços é a equipa que comete mais faltas (213), mas tem o 5º melhor registo de CA, eficiência que se pode explicar por a equipa raramente ser apanhada desequilibrada em transição (baixa posse de bola).
  23. O Sporting tem menos 1 falta cometidas que o Porto e mais 12 cartões amarelos. 
  24. Para ter atenção hoje, visto defrontarem-se: o Sporting tem apenas mais 3 faltas cometidas que o Braga e mais 15 amarelos.
  25. Angel Gomez (Boavista) e Darwin (Benfica) lideram nas assistências (5). Nuno Santos (4) é o 3º conjuntamente com Gauld (Farense) e Grimaldo (Benfica).
  26. Quaresma (Vitória SC) lidera nos cruzamentos (41). Porro (12º, 31) é o melhor do Sporting.

estatísticas11.png

02
Jan21

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 16 jogos - 11 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 2 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 13 vitórias (81,25%), 2 empates (12,5%) e 1 derrota (6,25%), com 40 golos marcados (média de 2,5 golos/jogo) e 13 golos sofridos (0,81 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (10,1,3), TT (5,1,2), N. Santos (4,8,0);

2) MVP: Pedro Gonçalves (35 pontos), Nuno Santos (28), TT e Sporar (19); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (14 contribuições), N. Santos (12), Sporar (10);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (10 golos), TT (5), Nuno Santos e Sporar (4);

5) Assistências: Nuno Santos (8), Tabata, Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário e Jovane (2).

 

Fazendo uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1), teremos:

 

Pontas de Lança (total=51): Sporar (19), TT (19), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: TT também jogou como interior)

 

Interiores (total=88): Pote (35), Nuno Santos (28), Jovane (13), Tabata (12)

(nota: Jovane também jogou como ponta de lança)

 

Médios Centro (total=17): João Mário (7), Matheus Nunes (4), Palhinha (3), Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=20): Porro (12), Nuno Mendes (6), Plata (2)

 

Centrais (total=18): Coates (10), Feddal (5), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior é a que mais contribui em acções de golo;
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes;
  • Um total de 19 jogadores já contribuiu para os golos leoninos.

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 02012021.png

pote.jpg

26
Dez20

Estatísticas da Liga 2020/21 (Jornada 10)


Pedro Azevedo

O Sporting continua a liderar isolado o campeonato. Porém, deixou de liderar o ranking de maior número de golos marcados (ultrapassado pelo Porto). Por outro lado, recuperou a liderança no ranking de menos golos sofridos (7), ainda que tendo a companhia de Vitória SC e B SAD (próximo adversário). Por fim, tem o melhor marcador da competição (Pote). 

 

  1. Melhor rácio de CA p/ falta cometida: Paços - 9,0% (17º Sporting - 18,9%).
  2. Pior Rácio de CA p/ falta cometida: Famalicão - 21,4%. 
  3. Menos Faltas com. por jogo: Benfica - 13,1 Faltas (10º Sporting - 16,4 Faltas).
  4. Mais Faltas com. por jogo: Portimonense (novo) - 18,9 Faltas.
  5. Menos CA por jogo: Rio Ave - 1,5 (17º Sporting - 3,1).
  6. Mais CA por jogo: Famalicão - 3,4.
  7. Menos Golos Sofridos: B SAD, Vitória SC (novo) e Sporting (novo) - 7 golos. 
  8. Mais Golos Sofridos: Tondela - 21 golos.
  9. Mais Golos Marcados: Porto - 25 golos. 
  10. Menos Golos marcados: B SAD e Rio Ave - 5 golos.
  11. Menos Posse de bola: Paços de Ferreira - 43,2%.
  12. Mais Posse de bola: Benfica (novo) - 61,0% (3º Sporting - 57,2%).
  13. O Sporting cometeu 166 faltas que se traduziram em 31 amarelos (rácio de 18,7%).
  14. Os jogadores do Sporting sofreram 185 faltas que deram 33 amarelos (17,8%).
  15. Tiago Tomás e Porro (23) e Matheus (20) são os leões que sofreram mais faltas.   
  16. Pote (aproveitamento de 40%) é o mais rematador do Sporting (25 remates).
  17. Pote é o Goleador da Primeira Liga (10 golos).
  18. Maior sequência vitórias consecutivas: Braga (6, entre a Jornada 3 e a Jornada 8).
  19. Mais Posse Estéril: Rio Ave (55,2%, 5 golos, 99 minutos de posse para fazer 1 golo).
  20. O Paços tem o pior registo de Posse de Bola, mas está em 6º lugar na Liga.
  21. O Paços é a 2ª equipa que comete mais faltas (188), mas tem o 2º melhor registo de CA, eficiência que se pode explicar por a equipa raramente ser apanhada desequilibrada em transição (baixa posse de bola).
  22. O Sporting tem menos 7 faltas cometidas que o Porto e mais 10 cartões amarelos. 
  23. Angel Gomez (Boavista) e Darwin (Benfica) lideram nas assistências (5). Nuno Santos (4) é o 3º conjuntamente com Gauld (Farense) e Grimaldo (Benfica).
  24. Quaresma (Vitória SC) lidera nos cruzamentos (38). Porro (11º, 29) é o melhor do Sporting.

estatísticas10.png

 

16
Dez20

Ranking GAP


Pedro Azevedo

Nesta temporada de 2020/2021, o Sporting disputou até agora 14 jogos - 9 para o Campeonato Nacional, 2 para a Liga Europa, 2 para a Taça de Portugal e 1 para a Taça da Liga -, obtendo 11 vitórias (78,6%), 2 empates (14,3%) e 1 derrota (7,1%), com 37 golos marcados (média de 2,64 golos/jogo) e 12 golos sofridos (0,86 golos/jogo).

 

A nível individual, eis os resultados (estatísticas ofensivas):

 

1) Ranking GAP (medalheiro): Pedro Gonçalves (10,1,3), N. Santos (4,8,0), TT (4,1,1);

2) MVP: Pedro Gonçalves (35 pontos), Nuno Santos (28), Sporar (16); 

3) Influência: Pedro Gonçalves (14 contribuições), N. Santos (12), Sporar (9 contribuições);

4) Goleador: Pedro Gonçalves (10 golos), Nuno Santos e TT (4);

5) Assistências: Nuno Santos (8), Porro, Vietto, Feddal, M. Nunes, J. Mário e Jovane (2).

 

Hoje vamos fazer uma análise por sectores em termos de pontos MVP (golo=3; assistência=2; participação=1):

 

Pontas de Lança (total=42): Sporar (16),  Jovane (13), Vietto (7), Pedro Marques (6)

(nota: Jovane circunstancialmente jogou na sua posição natural de interior)

 

Interiores (total=87): Pote (35), Nuno Santos (28), Tiago Tomás (15), Tabata (9)

(nota: TT circustancialmente jogou na sua posição natural de ponta de lança)

 

Médios Centro (total=14): Matheus Nunes (4), João Mário (4), Palhinha (3), Bragança (3)

 

Laterais/Alas (total=20): Porro (12), Nuno Mendes (6), Plata (2)

 

Centrais (total=17): Coates (10), Feddal (4), Gonçalo Inácio (3)

 

Guarda-redes (total=2): Adán (2)

 

Conclusões:

  • A posição de Interior é a que mais contribui em acções de golo (mais do dobro que a de Ponta de Lança);
  • Os nossos Médios Centro têm menos preponderância nos golos que os Laterais/Alas e os Defesas Centrais, o que pode indicar que RA vê-os mais como um factor de equilíbrio defensivo, sendo os desequilíbrios ofensivos mormente produto da circulação em "U";
  • Ordem de importância no golo: Interiores, Ponta de Lança, Laterais/alas, Centrais, Médios Centro, Guarda-redes.

 

 

Ranking GAP (Golos, Assistências, Participação decisiva em golo):

ranking gap 16122020.png

09
Dez20

Estatísticas da Liga 2020/21 (Jornada 9)


Pedro Azevedo

O Sporting continua a liderar isolado o campeonato. Para além disso, lidera também no ranking de maior número de golos marcados (em igualdade com o Porto). Por fim, tem ainda o melhor marcador da competição (Pote). 

 

  1. Melhor rácio de CA p/ falta cometida: Paços - 9,1% (16º Sporting - 19,4%)
  2. Pior Rácio de CA p/ falta cometida: Famalicão - 21,8% 
  3. Menos Faltas com. por jogo: Benfica - 13,7 Faltas (11º Sporting - 16,0 Faltas)
  4. Mais Faltas com. por jogo: Paços de Ferreira - 19,4 Faltas
  5. Menos CA por jogo: Rio Ave - 1,7 (17º Sporting - 3,1)
  6. Mais CA por jogo: Famalicão - 3,4
  7. Menos Golos Sofridos: B SAD - 6 golos (2º Sporting - 7 golos)
  8. Mais Golos Sofridos: Tondela - 21 golos
  9. Mais Golos Marcados: Sporting e Porto (novo) - 23 golos 
  10. Menos Golos marcados: B SAD e Rio Ave (novo) - 5 golos
  11. Menos Posse de bola: Marítimo - 41,9%
  12. Mais Posse de bola: Porto (novo) - 60,6% (3º Sporting - 56,3%)
  13. O Sporting cometeu 146 faltas que se traduziram em 28 amarelos (rácio de 19,2%)
  14. Os jogadores do Sporting sofreram 161 faltas que deram 28 amarelos (17,4%)
  15. Tiago Tomás (20), Matheus e Porro (19) são os leões que sofreram mais faltas   
  16. Pote (aproveitamento de 43,5%) é o mais rematador do Sporting (23 remates)
  17. Pote é o Goleador da Primeira Liga (10 golos)
  18. Maior sequência vitórias consecutivas: Braga (6, entre a Jornada 3 e a Jornada 8)
  19. Mais Posse Estéril: Rio Ave (55,2%, 5 golos, 89 minutos de posse para fazer 1 golo)
  20. O Paços tem o 2º pior registo de Posse de Bola, mas está em 6º lugar na Liga
  21. O Paços é a equipa que comete mais faltas (175), mas tem o 2º melhor registo de CA, eficiência que se pode explicar por a equipa raramente ser apanhada desequilibrada em transição (baixa posse de bola)
  22. O Sporting tem menos 13 faltas cometidas que o Porto e mais 7 cartões amarelos 

estatísticas9.png

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Viva o Sporting, caro Leão !!!Saudações Leoninaa

  • Leão do Fundão

    Há algumas décadas numa representação de Teatro Am...

  • Pedro Azevedo

    Obrigado, José. O Sporting, no futebol, durante m...

  • Jose

    Olá Pedro, mais um comentário digno de figurar no...

  • Pedro Azevedo

    Nada afecta o Chuck…