Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

10
Nov20

Subliminar


Pedro Azevedo

A propósito de um texto que escrevi há pouco tempo atrás sobre a bipolarização e sua ameaça para o Sporting, leio em um jornal on-line uma entrevista ao filho de Eddy Merckx na qual este afirma ter o hábito de perguntar aos ciclistas portugueses que recruta para a sua equipa se estes são do Benfica ou do Porto. Deste modo, a pretexto de uma notícia velocipédica, o Leitor é conduzido subliminarmente para uma percepção da realidade em que só dois clubes importam: o Benfica e o Porto, os nossos dois rivais. Ora, eu nestas coisas sou partidário de que, se não podes com eles, o melhor é unires-te a eles. Sendo assim aqui apresento algumas sugestões de futuras entrevistas ao cuidado do Tribuna Expresso:

 

  1. Entrevista a Charlie, filho do golfista Tiger Woods, com o propósito de saber o que pensa sobre o buraco (financeiro) de Benfica e Porto, e de que maneira tal poderá constituir um "handicap" no futuro às pretensões de ambos os clubes.
  2. Entrevista a Erik, filho do multicampeão mundial e olímpico Robert Scheidt (classe Laser), a fim de auscultar a sua opinião sobre quem primeiro irá de vela: Benfica ou Porto.
  3. Entrevista a Laila, filha de Muhammad Ali, acerca de quem primeiro irá ao tapete, se Benfica ou Porto (considerando o nível elevadíssimo de gastos face às receitas operacionais antes de venda de jogadores).
  4. Entrevista a Jeffrey, filho de Michael Jordan, sobre a baixa taxa de aproveitamento de Benfica e Porto da zona dos 3 pontos. 
  5. Entrevista a Tirullipa, filho de Tiririca: pior do que está, a imprensa desportiva não fica.

 

Fico a aguardar com redobrada curiosidade...

 

P.S. Que tal, a nossa Comunicação fazer chegar a Axel Merckx a História do Sporting, com um destaque especial para Joaquim Agostinho, um homem por quem o seu pai (Eddy) tinha um profundo respeito? Eu já fiz a minha parte, "retweetando" uma publicação do Axel Merckx e mostrando-lhe que a Agostinho ele não teria a ousadia de perguntar se seria do Benfica ou Porto. 

13 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Boa noite, caro Sebastião. Desde já, o meu muito o...

  • Pedro Azevedo

    Enfim, eu tenho por hábito respeitar as opiniões c...

  • Pedro Azevedo

    De Galeano retiro esta passagem do seu livro "Foot...

  • Anónimo

    Boa tarde, caro Pedro.Sem dúvida um bom PdL, o Ped...

  • JG

    Relativamente ao Eduardo Galeano talvez ele tenha ...