Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

27
Set19

Silas


Pedro Azevedo

Silas foi hoje apresentado como novo treinador do Sporting. Conheci o Jorge estava eu no fim da minha adolescência. Um dia o meu pai anunciou a mim e ao meu irmão que iríamos levar no Domingo seguinte à bola um rapazinho filho de um senhor a quem o meu pai confiava o arranjo de alguns relógios antigos. Esse senhor, que mais tarde vim a perceber ser o padastro do Silas, creio que tinha trabalho nesse fim de semana e não se poderia deslocar a Alvalade pelo que o meu pai terá tomado a si a tarefa. Recordo-me como se fosse hoje do Jorge todo vestido à Sporting, com meias, calções e camisola do equipamento tradicional do Sporting como até aí sempre o conheceramos, que aquela descaracterização produto da submissão ao marketing só surgiria mais tarde e naquele tempo só muito pontualmente se vestia a Stromp ou o alternativo branco. Posso, por isso, afiançar a todos os Leitores de "Castigo Máximo" que o Jorge Silas era Sportinguista genuíno desde pequenino. 

 

Nunca mais vi ou falei com o Silas. O pequeno Jorge cresceu e um dia, num almoço de família, o meu pai, que continuara a manter o contacto com aquele senhor relojoeiro, alertou-me a mim e ao meu irmão que aquele rapazinho que um dia tínhamos levado a Alvalade estava a jogar no Atlético. A partir daí, segui a sua carreira com interesse, torci por ele, nomeadamente aquando das suas passagens como jogador por Leiria e Belenenses, clubes onde as suas qualidades técnicas terão sido mais sublimadas.

 

Quando assumiu as funções de treinador gostei de o vêr a pensar "à grande", apesar da menor qualidade técnica dos jogadores que tinha a seu cargo provavelmente aconselharem uma maior contenção. Mas a vida é dos audazes e o Silas escolheu viver assim e só por isso já mereceria o meu respeito. É que são as escolhas que fazemos que definem quem nós somos e o Jorge escolheu viver e morrer pelas suas próprias convicções independentemente do contexto, o que só lhe fica bem. 

 

Todos sabem que eu preferiria um outro modelo, em que houvesse um Director Técnico que se sobrepusesse à actual à actual Estrutura e onde um treinador jovem com ideias de um futebol positivo como o Silas até poderia encaixar com outro respaldo. Adicionalmente, a minha desilusão com quem comanda o Sporting é muito grande e já não consigo conter a falta de crença na "Estrutura", que temo não seja o melhor entorno para um ainda inexperiente, pese embora ambicioso, técnico. Dito isto, que não fiquem dúvidas de que quererei sempre o melhor para o "meu" Sporting. E também quererei sempre o melhor - nunca o sobrepondo ao Sporting, sempre o "bem maior" para mim - para aquele rapazinho, hoje homem crescido, que um dia levei à bola. Que sejas feliz, Jorge Silas! Os Sportinguistas ficar-te-iam eternamente gratos. 

 

P.S.1 Elucidativo: durante a apresentação oficial, Jorge Silas destacou (e bem) o orgulho que sentia em treinar o Sporting, elevando assim o Sporting. Já Frederico Varandas preferiu elogiar a... coragem do jovem técnico, na linha do discurso de que ninguém quer treinar o Sporting...

P.S.2 Com Silas, será de esperar um Sporting a jogar em 3-4-1-2, com 3 centrais, dois alas a fazerem todo o corredor, dois médios defensivos e um triângulo à frente, com Bruno Fernandes como vértice mais recuado e dois avançados. 

silas scp.jpg

36 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Caro José, tive uns vizinhos cuja box era mais ráp...

  • José da Xã

    Pedro,há uns anos naquela meia final de boa memóri...

  • Pedro Azevedo

    Boa tarde, meu caro.Em primeiro lugar, queira desc...

  • Pedro Azevedo

    Caro Sebastião, antes de mais as minhas desculpas ...

  • Pedro Azevedo

    Caro AJSSB, em primeiro lugar, queira aceitar as m...