Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

20
Mar23

Pote ou Cântaro?


Pedro Azevedo

Pote voltou a ficar de fora das opções de um seleccionador nacional. Diz-nos Roberto Martinez que a concorrência é muito forte e há um excesso de muito bons jogadores para as posições que Pote pode ocupar no relvado. Mas depois olhamos para o Vitinha, com zero golos e duas assistências na época, e não compreendemos o que levou Martinez a preferi-lo a Pote. Bem sei, a produção invisível em termos de números de Vitinha há muito que se tornou distintiva para uma nouvelle vague de comentadores e paineleiros que vê no jogador uma oportunidade de afirmar uma superioridade intelectual assente num seu pretenso olho clínico não alcançável pelo comum dos mortais. Em contraposição, eu, que sobre estas coisas tenho um olho mais cínico do que clínico, não escondo que o actual jogador do PSG cose bem o jogo e tem um tricotado interessante. Mas com ele a esta hora ainda estariam os marroquinos a bocejar à espera que Portugal lhes fizesse cócegas. Porque para um médio atacante de nível elevado a Vitinha falta assertividade no remate e mais aproximações à área, qualidades que não são dispiciendas na hora de enfrentar adversários muito mais fracos e que se prevê irem-se enclausurar em bunkers. Ora, facilidade de remate e chegada são exactamente algumas das qualidades de Pote, aliadas a uma apurada visão de jogo, aproveitamento do espaço livre entre-linhas e suprema inteligência. Todavia, é raro vê-lo dar um petardo. Pelo contrário, privilegia a colocação de bola. A força da técnica contra a técnica da força. Exactamente como Vitinha, mas com números (17 golos e 8 assistências esta temporada). Poder-se-á contudo argumentar que Vitinha pode jogar a 8. Mas também Bruno Fernandes o pode fazer, e tem golo. E, com outra intensidade, o Matheus Nunes e o Otávio o farão. Assim sendo, não se compreende o argumento de Roberto Martinez, a quem porém ainda dou o benefício da dúvida (e desejo sucesso). Não deixando também de notar que para os jogos com o Liechtenstein e Luxemburgo foram convocados poucos pontas de lança, perdendo-se a oportunidade de juntar ao grupo jogadores que nos podiam trazer coisas diferentes, como o outro Vitinha (Marselha) ou Beto (Udinese). E se o ex-Braga ainda está em fase de ambientação a novo clube e nova realidade, o que pode explicar a sua agora não inclusão, não se entende tão bem o motivo pelo qual um dos melhores marcadores da Serie A continua afastado dos trabalhos da Selecção. Voltando a Pote, o seu mal é não ser Cântaro. Se o fosse, tantas vezes iria à fonte até que lá deixaria uma asa. E ter asas, mostra-nos o histórico das convocatórias, é meio caminho andado para chegar lá. (Já outros, como o Bruno Fernandes, precisaram de realizar os 12 trabalhos de Hércules e ter uma indomável força mental, que a sucessiva rejeição deixa marcas, para finalmente a porta se abrir.)

 

Força, Pote!

pote1.jpg.crdownload

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2023
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2022
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2021
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2020
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2019
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2018
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Caro José, a arbitragem portuguesa é marcada por e...

  • José LX

    Caro Pedrodesculpe, mas gostaria ainda de acrescen...

  • José LX

    O Var comunicou ou não? Segredo dos deuses... Sem ...

  • Pedro Azevedo

    O que sei é que em matéria de competência a UEFA e...

  • Anónimo

    A realidade alternativa, no nosso futebol, é um ...