Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

03
Nov22

O exemplo que vem dos maratonistas


Pedro Azevedo

Quando o conjunto de objectivos por onde globalmente se mede o sucesso ou insucesso de uma temporada desportiva vai mostrando um progressivo grau de incumprimento, o normal é dizer-se que a época está perdida, que já não resta nada para ganhar. Na minha opinião, tal não é correcto. Vou passar a explicar o meu ponto-de-vista: mesmo que eventualmente nada mais haja a ganhar, há ainda muito a perder. Desde logo perda de prestígio, prejuízo e degradação da imagem da instituição, redução de valor dos futuros contratos de patrocínio ou publicidade, menores assistências aos jogos e desagregação de sócios e adeptos, caso a inexistência de objectivos crie o vazio. É, por isso, necessário que se promova um reaggiornamento, que se preencha esse vazio e se evite o limbo. Para tal, é necessário que o balneário dê sinais de reacção à adversidade, de que é possível dar a volta à situação e terminar a época de uma forma auspiciosa. Mas como motivar uma equipa que vem apresentando resultados tão deprimentes? Bom, aqui socorro-me do exemplo dos maratonistas: por volta dos 30-35 km estes são usualmente acometidos de "dor de burro", um efeito provocado pela deficiente oxigenação (mas há também quem a sinta logo no início da corrida, geralmente devido a um mau aquecimento, como será metaforicamente o caso presente). Ora, nesses momentos o maratonista deixa de se fixar na meta (objectivo) e começa a estabelecer metinhas intercalares (objectivos intermédios), do tipo Km a Km, que são como pequenas vitórias, superações, que lhe vão dando o moral para chegar ao destino final. Eu penso que é isso que Rúben e os jogadores deverão fazer, desligando todo o pensamento na classificação final do campeonato e das provas a eliminar que ainda subsistem e focar toda a atenção e dirigir todos os esforços para o próximo jogo. E depois, o seguinte. Reeditando assim o slogan do "jogo-a-jogo", jogando cada partida como se fosse uma final e assim prestigiando o símbolo do leão rampante que cada um transporta na camisola. Se isto for bem feito, o efeito carambola de motivação pode até vir a trazer-nos uma agradável surpresa no final da época. E, se ainda assim não chegar, pelo menos não se perderá mais nada do que aquilo que já ficou pelo caminho. 

Foto-partida.jpg

14 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Aboím

    O nome que me faltava era Duarte e o pai dele tinh...

  • Aboím

    Sou de facto do Norte (nascido em Trás os Montes) ...

  • Pedro Azevedo

    E eu a pensar que os holandeses sonhavam com tulip...

  • Pedro Azevedo

    Caríssimo Aboím, ganhámos!!! Mas podíamos ter poup...

  • Aboím

    Num comentário anterior eu deveria ter escrito (co...