Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

04
Mar21

Matador!


Pedro Azevedo

Na sua ainda curta carreira desde cedo tudo pareceu fazer sentido. Iniciou-se como "novilheiro" num picadeiro ali para os lados de Pina Manique. A alternativa recebeu-a das mãos de Salvador, que lhe cedeu a arena em Braga. Em pouco tempo Varandas chamou-o, e ele desceu até Lisboa à procura da glória. A princípio participou nuns festivais taurinos de fim de época, foi-se mostrando. Até que entrou em cartel grande. Como mais novo, era a terceira figura do cartaz: no meio estava Conceição, um clone de Ponce, de estilo vigoroso adornado a lidar com os Vitorinos da sua predilecção; à cabeça, Jesus, o Curro Romero da Reboleira. Cabia-lhe iniciar a lide. O sol ia ainda alto e ele escolhera trajar de esmeralda e ouro como se a esperança se mesclasse com o seu desejo de ostentar um valor para quase todos então ainda desconhecido. O inteligente já dera o sinal, o cornetim tocara a condizer, começava o primeiro tércio. O touro saía do curro e já o caPote de um dos seus peões de brega arrancava bruás em cada lar. Atento, foi lendo os movimentos do touro, apercebendo-se como investia ao engano. Entre chicuelinas e verónicas, lidou com todas as ameaças sem perder a graciosidade, entrando mesmo nos perigosos terrenos do touro sem dar a ilusão de poder ser colhido. Com uma revolera rematou o toureio de capote. Novo toque de cornetim e eis que, qual Morante, ele próprio assume as bandarilhas. Um par logo de entrada, de poder a poder, mostra que Braga já ficou lá para trás. As sortes de bandarilhas saem-lhe como o capote, mas ainda há mais uma para completar o segundo tércio. Não será fácil, como nunca o foi. Entretanto, vem até à barreira limpar o suor e tomar um pouco de água. Segredam-lhe que acabam de estender por mais uma temporada o contrato que lhe permitirá continuar a exibir os seus dotes em praças de primeira. Vem aí a lide a pé, muleta e espada, onde sempre se decide o destino da Corrida. A multidão, em casa, sempre em casa, agita-se. O sol já baixa, o tércio decisivo está mesmo aí a chegar. Passo a passo, como desde cedo nos ensinou, procurará superá-lo. Passo a passo, interiorizando nós, procuraremos durante mais dois meses resistir a pensar vê-lo sair pela Porta Grande a caminho do Marquês, a caminho de todos nós. Boa sorte, Rúben Amorim. Que sejas "Matador"!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Liondamaia

    Mas porque raios hão-de correr mal e não hão-de co...

  • Pedro Manso

    A opinião sobre o Tiago é minha.Relativamente ao G...

  • Pedro Azevedo

    Bom dia.Com todo o respeito pela opinião do Latera...

  • Pedro Manso

    Caro Pedro,O Tiago Ferreira perdeu demasiadas bola...

  • Liondamaia

    Podia ter complementado com "e aqui ranho", acho q...