Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

02
Fev19

Formação: aposta ou placebo?


Pedro Azevedo

Muito se tem falado sobre o momento actual da Formação do Sporting. Nesse sentido, vou tentar deixar aqui a minha opinião e, ao mesmo tempo, eventualmente traçar uma perspectiva distinta daquela que tenho lido por aí. Então, aqui vai: as sementes são plantadas com anos de antecedência. Se tudo tivesse sido assim tão mal plantado, não teríamos equipas muito boas em iniciados e juvenis. É certo que haverá muito a melhorar (até porque os nossos adversários não estão parados) e que os juniores estão muito mal. Mas eu faço uma pergunta: sabem quem são estes jogadores? São aqueles que na história do Sporting ganharam mais vezes de forma consecutiva. É verdade! Diogo Brás, Bernardo Sousa, Gonçalo Costa, Tiago Djaló ganharam no segundo ano de iniciados, depois no primeiro ano de juvenis e, finalmente, no segundo ano de juvenis. Então, porque é que chegados ao antigo patamar superior da Formação (agora há os sub23) falham? E pelo segundo ano (estamos a 20 pontos, haverá uma nova fase, ainda não acabou)? É porque a sementeira foi má, mesmo tendo estes meninos ganho tudo? Foi pelas constantes mexidas operadas na cúpula dos juniores, desde a saída de Tiago Fernandes, à contratação de Pedro Venâncio e, agora à entrada de Lima? Ou é, principalmente, porque os sonhos dos miúdos começam a ser condicionados quando percebem que "não contam para o Totobola", com tudo o que isso significa de perda de motivação? O Leitor leu o que Tiago Djaló comentou no momento da sua saída? Que sentiu que não lhe dariam hipóteses? Porque é que Demiral quis sair? O que está a acontecer com Miguel Luís e Jovane? Não é verdade que pela primeira vez em 566 jogos entrámos em campo sem um jogador proveniente da Formação a titular? E depois queixamo-nos de que os habituais titulares estão exaustos...



Enfim, receio que estejamos sempre a ver a Formação numa perspectiva "bottom-up" e que ignoremos a visão "top-down". Se em cima não se criarem condições vai sempre dizer-se que a Formação não presta. Por isso, sejamos sérios, isto merece uma reflexão muito mais profunda. E, se nada acontecer agora, quando com o distanciamento que estas coisas exigem for feita a história correremos o risco de este período vir a ser lido como ‘O efeito placebo da Formação do Sporting’. É que, de há anos a esta parte, temos vindo a ser liderados, nos gabinetes como no campo, por sucessivos Dr Feelgood que vêem a Formação como a bóia de salvação e o ópio do povo quando o resto falha. Para depois voltarem ao mesmo. Uma e outra vez, e assim sucessivamente.

formaçãosporting2.jpg

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Queira desculpar a troca de nomes. Sei perfeitamen...

  • Pedro Azevedo

    O cabaz de jogadores traz-me dois problemas: aumen...

  • Pedro Azevedo

    Sobre os Estatutos concordo consigo. Sobre a limit...

  • Pedro Azevedo

    Caro LMGM, consomem-se múltiplos recursos no trata...

  • LMGM

    Não consigo encontrar justificação para existir qu...