Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

21
Set19

Estar em negação sai caro


Pedro Azevedo

À conta de uma visão pessimista sobre um determinado intervalo etário de jogadores da Formação, que contagia Direcção, Sócios e adeptos, continuamos a vêr as nossas contas a deteriorarem-se. Por mais que se tente explicar que não basta decretar que os jogadores formados em casa não têm qualidade, é preciso demonstrar que quem vem de fora é melhor, os sócios e adeptos continuam a alinhar num caminho que progressivamente nos vai afastando da sustentabilidade tão desejada. Auguste Comte, um dos pais do Humanismo, dizia que na vida tudo era relativo, sendo esse o único valor absoluto. Ora, eu não sei se Matheus Pereira, Mama Baldé ou Wilson Eduardo serão em absoluto jogadores à Sporting - pelo menos de um outro Sporting, um clube com ambições e que faça justiça à sua história - , o que tenho como adquirido é que são melhores do que Diaby ou Rafael Camacho (este último, até ver), jogadores por quem pagámos um agregado de 11,2 milhões de euros só em transferências. Da mesma forma, Demiral (contratado por 18 milhões de euros pela Juventus) ou Domingos Duarte (titular do Granada, equipa da La Liga) são melhores jogadores do que Tiago Ilori e (actualmente) Neto, e até Abdu Conté pedirá meças a Borja, na medida em que chega à linha e cruza mais vezes durante um jogo do que o colombiano numa época inteira. Ora, só nestes 2/3 jogadores teríamos poupado quase 7 milhões de euros em transferências. Também não me parece que Luciano Vietto seja mais jogador neste momento do que Francisco Geraldes, ou que Eduardo traga algo mais do que Daniel Bragança poderia dar à equipa, pelo que se teriam poupado mais 11 milhões de euros. E podíamos continuar este exercício, recuando até outros presidentes e outros treinadores mais as suas exigências, mas a esta hora o Leitor já percebeu aonde eu quero chegar. Se aos mais de 29 milhões de euros absolutamente dispensáveis juntarmos os ordenados mais elevados desses jogadores face aos da nossa Formação, então concluiremos que só num ano poderíamos ter poupado cerca de 40 milhões de euros. Quando se olha para um R&C isso não se torna tão evidente, na medida em que as compras são registadas em pró-rata, pelo número de anos de contrato, na rúbrica de Amortizações. Adicionalmente, os custos destes jogadores contratados vão incorporar um "bolo", pelo que acabam por se diluir na percepção do sócio e adepto. Mas se alguém um dia se der ao trabalho de ir, contratação a contratação, verificar o seu custo efectivo para a SAD não deixará de chegar à mesma conclusão que eu: investimos demasiadamente em vulgaridade quando temos em casa quem dê mais garantias, não implique investimento e não nos custe tanto mensalmente. Além disso, dada a ausência de resultados, nomeadamente o não apuramento para a Champions, tudo isto fica mais exposto, tudo isto exige uma análise muito mais rigorosa. Quo-vadis, Sporting? 

 

P.S. Se o libertar de custos implica criarmos outros custos semelhantes, então não posso aplaudir. O Ilori, o Borja, e outros, são a reencarnação dos Misic, Alan Ruiz, etc. A consequência é óbvia: pega-se na história de parte da antecipação de receitas da NOS ter servido para pagar a Fornecedores e depois verificamos que a rúbrica Fornecedores (Passivo corrente) estava em Junho nos €48 milhões (€44 milhões em Junho de 2018, quando isso significava alarme social), ou que o saldo da conta DO se reduziu de 30 milhões de euros para 3 milhões de euros em apenas 3 meses, sem que a conta de VMOCs tenha sido positivamente afectada. Assim vai o Sporting...

academia sporting.jpg

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Anónimo

    Bom dia PedroMais uma vez muito obrigado por este ...

  • Pedro Azevedo

    Caro Miguel, o mérito não é do cervejeiro, mas sim...

  • Anónimo

    Boa noite Pedro:O intenso trabalho próprio desta a...

  • Pedro Azevedo

    Queira desculpar a troca de nomes. Sei perfeitamen...

  • Pedro Azevedo

    O cabaz de jogadores traz-me dois problemas: aumen...