Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Castigo Máximo

02
Ago19

A diferença entre valor e preço


Pedro Azevedo

Anda por aí muito boa gente que diz que o valor de um atleta é o preço que alguém paga por ele. Nada mais errado, pois se assim fosse, e meramente à laia de exemplo, os mercados financeiros não oscilariam diariamente na ausência de novas notícias ou indicadores de desempenho, porque estariam sempre certos. Se forem falar com lendários investidores como Warren Buffet ou Bill Miller (Legg Mason), este último mais desconhecido para o grande público mas sobejamente identificado nos mercados financeiros como alguém que bateu o desempenho do S&P500 (índice de acções americano) durante 15 anos consecutivos, eles dir-vos-ão isso. Por exemplo, o preço de uma garrafa de água é algo conhecido em média e varia com um desvio-padrão relativamente curto. Mas qual será o valor de uma garrafa de água no deserto durante um dia de tórrido calor? O valor tem a ver com o rendimento que aquele activo tem para nós (dividendo, se estivermos a falar em acções; desempenho desportivo, no futebol; sobrevivência, no caso da garrafa de água), o seu potencial de crescimento, a qualidade intrínseca ao seu desempenho e o custo de oportunidade da sua substituição.  

 

Por isso, os investidores em "valor" compram activos quando a sua avaliação dos mesmos é superior ao preço de mercado e vendem-nos quando ocorre o contrário, porque têm a consciência que os mercados tão depressa reagem exageradamente como também subestimam determinados activos, essencialmente devido a decisões emotivas e altamente especulativas. Não esquecer também que, no caso do futebol, o activo jogador está relacionado com o activo clube, no sentido do desempenho deste último, da sua visibilidade nos grandes palcos, da sua performance económico/financeiro, sua relação com empresários e política a este respeito, entre outros parâmetros de análise. Chegados aqui, o que importa à Administração da SAD do Sporting reter é se o valor do atleta Bruno Fernandes para eles é superior ou não ao preço que o mercado está disposto a pagar por ele. E, se o for, tomar a decisão de naturalmente não o vender. Havendo a consciência que a diferença de preço entre, por exemplo, João Felix e Bruno Fernandes, poderá pouco ter a ver com o valor intrínseco de cada um e dentro de algum tempo poderá inverter-se. Se dúvidas houver, atente-se na transferência de Renato Sanches para o Bayern, a qual com objectivos ascendia a cerca de 60 milhões de euros. Qual será hoje o preço do "bulo"? O mesmo é válido para João Mário.

12 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Castigo Máximo

De forma colocada, de paradinha, ou até mesmo à Panenka ou Cruijff, marcaremos aqui a actualidade leonina. Analiticamente ou com recurso ao humor, dentro ou fora da caixa, seremos SPORTING sempre.

Siga-nos no Facebook

Castigo Máximo

Comentários recentes

  • Pedro Azevedo

    Obrigado Miguel! Infelizmente, o biótipo é o que é...

  • Anónimo

    Boa noite Pedro:Futebol, economia, sociologia e hi...

  • Pedro Azevedo

    É engraçado que fisionomicamente sendo muito difer...

  • Anónimo

    Slimani, que saudades!..atitude irrepreensível que...

  • Pedro Azevedo

    * desmarcação